Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio verde: A natureza envolvente do Parque das Termas de Vizela

  • 333

É o rio Vizela, que atravessa este imenso e verdejante parque, o fio condutor de um espaço que é uma imensidão de natureza. Podem ser as águas termais que ajudam as diversas plantas plantas e arvores - algumas únicas ou muito raras no nosso país - a crescer exuberantes.

A verdade é que o Parque das Termas de Vizela continua florescer desde que, em 1885, começou a ser erguido por José Marques Loureiro, horticultor, e Jerónimo Monteiro da Costa, jardineiro-paisagista. O trabalho conjunto deu origem a um paraíso verde no coração da cidade.

Ao longo de 7,5 hectares desfruta-se da paisagem junto à Zona Ribeirinha de Vizela que pode ser percorrida através da ciclovia e ecovia, que acompanham a margem do rio. O “pulmão” da cidade contempla ainda um circuito de manutenção, um campo de ténis, parque infantil, bares e restaurantes e dispõe de acesso ao Campo Municipal Fonseca e Castro onde se pode praticar minigolfe e petergolfe.

Recentemente, através do projeto High Tech 4 Nature é possível, por intermédio de QR-CODE, ver a informação relativa a diversas espécies da flora aqui existentes. No herbário, entretanto construído, encontra também diversas espécies em exposição com a devida informação sobre cada uma.

Noutros tempos, era a força da água que contava nesta região: Ainda antes da fundação do concelho, em maio de 1361, as margens do rio foram terreno fértil para diversos povos se instalarem ao longo do tempo: a água, as propriedades termais e os terrenos férteis foram bons motivos para a ocupação constante deste território. A água é sempre tão importante que aqui foi alvo de diversos cultos, como o que se dirigia ao “Deus das águas” ou “Bormânico” apelando para que as águas - e o que elas abrigam, como os peixes - nunca deixassem de seguir este curso.
Rua Doutor Abílio Torres (EN 106), Caldas de Vizela

O que fazer

Cidade Termal
Conhecida como “Rainha das Termas de Portugal”, Vizela é palco de cenários termais desde o tempo dos romanos que aqui se deixaram encantar pelas propriedades curativas da água. A Ponte Romana ainda hoje se ergue sobranceira como marca desta permanência. Aproveitando a qualidade terapêutica das águas, o atual balneário termal, construído em 1870, esteve sempre em atividade até aos dias de hoje.

As águas que brotam de 33 nascentes, com temperaturas entre os 15ºC e os 63ºC, são hipertermais, mineralizadas, sulfúreas, sódicas e fluoretadas são indicadas para o tratamento de patologias como reumatismos, afeções neurológicas e traumáticas, doenças das vias respiratórias e de pele.

Já por volta do séc. XVIII as águas de Vizela brotavam das fontes com variados graus de calor e eram vendidas, em pipas, para os senhores ricos do Porto e de Guimarães usufruírem delas nos seus banhos particulares. Em 1723, a descoberta de um novo tanque, conhecido por “Bica-Quente” e que atualmente pode ser admirado na Praça da República.

Ingestão de água, banhos de imersão (em banheiras individuais e piscinas coletivas), banhos de imersão subaquáticos, hidromassagens, massagens, duches de Vichy, sauna, vapor à coluna (bertholet), irrigação, pulverização, inalações, emanatório, lamas medicinais, aerossóis, eletroterapia e mecanoterapia são algumas terapias disponíveis.

O Padrão do Tratado da Aliança Portugal / Inglaterra, a mais antiga aliança atlântica vigente, o Santuário de S. Bento das Peras e as Caves Casalinho, dedicadas a produzir vinho verde, são outros pontos de interesse.

Onde comer
São Gião

Com uma base tradicional forte e a visão inspirada do chefe Pedro Nunes, continua a ser uma referência da gastronomia vimaranense. É fácil perder-se de amores pelo espaço do São Gião, mas também no sabor se marcam pontos. O mil-folhas de foie gras é uma entrada certeira, bem como o salmão braseado com molho béarnaise... Termine com as canilhas. Preço médio: €35.
Avenida Comendador Joaquim de Almeida Freitas, 56, Moreira de Cónegos. Tel. 253561853

Adega do Avelino
A Adega do Avelino é um restaurante rústico, muito popular em Vizela, conhecido por servir deliciosos pratos e petiscos típicos da cozinha regional portuguesa e pelos seus já tradicionais campeonatos de sueca. Tudo acompanhado por bons vinhos. Preço médio: €12.
R. Dr. Pereira Caldas, 34, Vizela. Tel. 253584324

Onde dormir

Hotel Bienestar Termas de Vizela
Totalmente restaurada em 2013, o Bienestar é uma unidade de vocação termal, que aposta no conforto e na modernidade e, principalmente, na vertente Spa associada às qualidades das águas aqui existentes. Oferece 65 quartos, dos quais 19 são suítes, decorados de forma contemporânea e muito elegante. Além do afamado Spa árabe, dispõe de um restaurante que aposta nos mariscos e nas tapas, revelando uma natural influência espanhola. Com uma grande aposta na sustentabilidade, todo o edifício é aquecido com energia geotérmica. Quarto duplo desde €60.
R. Dr. Abílio Torres 855, Vizela. Tel. 253589150

Hotel da Oliveira
O contemporâneo Hotel da Oliveira está localizado em pleno centro histórico de Guimarães. Os tons neutros e oliva das divisões conferem-lhe suavidade. Da decoração de Paulo Lobo saíram ideias como a curiosa biblioteca anónima. Os 20 quartos evocam figuras ligadas à cidade, como D. Afonso Henriques e Alberto Sampaio, e eventos como a Feira Afonsina. Prove a gastronomia saborosa do restaurante Hool. Quarto duplo desde €75.
Rua de Santa Maria, Largo da Oliveira, Guimarães. Tel. 253514157

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!