Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Borlas: Entrada livre para o fim de semana

  • 333
NOS em D'Bandada
1 / 6

NOS em D'Bandada

Porto Lazer/S Silva

Entrada Livre no Teatro Nacional D. Maria II
2 / 6

Entrada Livre no Teatro Nacional D. Maria II

Noite Branca em Braga
3 / 6

Noite Branca em Braga

Cinema Fora do Sítio exibe Selma, a Marcha da Liberdade
4 / 6

Cinema Fora do Sítio exibe Selma, a Marcha da Liberdade

Noite Branca em Braga
5 / 6

Noite Branca em Braga

Poesia em Cacela Velha
6 / 6

Poesia em Cacela Velha

Concertos – muitos concertos, teatro de portas abertas, vindimas, provas, poesia cinema e  exposições. Aproveite, é grátis!

O tempo começa a estar cinzento mas nada demove a vontade de ouvir música, ir ao teatro, vindimar e provar vinhos ou passar dia e noite na rua em grande festa entre os dias 11 e 17 de setembro. Tudo sem gastar um cêntimo!

NOS em D`Bandada 2015 no Porto
‘Parece o S. João’, diz-se sobre a enchente que acontece pelas ruas do Porto quando o festival NOS em D`Bandada se instala na cidade. Esta promete ser a maior edição de sempre do evento, com várias novidades num cartaz marcado por 78 concertos de entrada livre, distribuídos por 21 palcos, num total de 14 horas de música. Este ano, o NOS em D'Bandada mantém o seu caráter de festa popular, transversal e participativa, sem deixar de introduzir algumas novidades no seu formato, que incluirá, pela primeira vez, o Coliseu do Porto, a Avenida dos Aliados, o Largo da Estação ou a Igreja de Santo Ildefonso, na Praça da Batalha. A música portuguesa é protagonista deste evento em que cabem diferentes sonoridades: Num concerto móvel a bordo de um elétrico que percorre a Baixa do Porto, atua um dos mais consagrados artistas portugueses: Jorge Palma. Ao fado de Carminho e Aldina Duarte segue-se a música eletrónica de Ecko Deck Mirror People. Na Avenida dos Aliados, o protagonista será Miguel Araújo, um dos maiores embaixadores do evento, enquanto a Igreja de Santo Ildefonso, na Praça das Batalha, receberá os concertos de Benjamim, Tape Junk e Éme. O público infantil também não foi esquecido nesta edição, com a organização a reservar o Jardim do Passeio dos Clérigos para uma série de atuações, com início logo a partir das 14h00 e se prolongam até perto das 19h30. Conheça em detalhe o programa no site do NOS em D'Bandada.

Entrada Livre no D. Maria
“Entrada Livre” é uma iniciativa do Teatro Nacional D. Maria II para os dias 11, 12 e 13 de setembro que alinha vários espetáculos e atividades de entrada gratuita. Nestes dias pode apreciar quatro estreias absolutas nas Salas Garrett e Estúdio – espetáculos Ifigénia, Agamémnon, Electra e Colecção de amantes; 74 Eunices - Espetáculo de homenagem a Eunice Muñoz, com 74 atrizes em palco a dizerem falas outrora ditas por Eunice Muñoz na Sala Garrett onde, em 1941, fez a sua estreia no teatro; concertos de músicos e DJs, a partir da varanda do teatro; teatro para a infância; uma feira do livro e ainda a inauguração de uma exposição; lançamentos de livros; leituras encenadas e espetáculos em lojas históricas da baixa de Lisboa. Saiba tudo sobre a iniciativa Entrada Livre do Teatro Nacional D. Maria II.

Noite Branca em Braga
De sexta a domingo, a cidade – uma das mais jovens da Europa – não para. Braga serve de cenário a uma experiência imperdível, com mais de um evento por hora,  tudo com entrada gratuita. Há concertos de António Zambujo, Deolinda, DJ Ride, Richie Campbell, Diabo na Cruz, Capicua, Budda Power Blues, DJs RFM Rich & Mendes e os bracarenses Consórcio. Há exposições, performances, gastronomia, animação, instalações, museus abertos dia e noite, atividades especialmente dedicadas às famílias e crianças. A Noite Branca de Braga integra todas as idades e gostos, convocando toda a cidade e visitantes para viverem uma festa única. Durante  48 horas, na maior Noite Branca da Europa pode ouvir grandes concertos, ver instalações e performances inovadoras, visitar os museus de dia ou de noite, fazer uma das muitas atividades preparadas para toda a família (incluindo os mais pequenos) ou simplesmente deambular pelas ruas do centro histórico e deixar-se guiar pelas dezenas de eventos que vão animar o seu fim de semana de 11, 12 e 13 de setembro. Saiba tudo no site da Noite Branca de Braga.

Vindimar em Lisboa
No mês das vindimas, setembro, a Região de Lisboa promove várias experiências nas adegas da Península de Setúbal que pretendem dar a conhecer o património enoturístico da região, como visitas gratuitas, provas de vinhos, pisa da uva a pé e acompanhamento do dia-a-dia dos enólogos. Dia 12, sábado, às 16h30, a Rota de Vinhos da Península de Setúbal organiza uma visita gratuita à Fernão Pó Adega, em Palmela. No Dia Mundial do Turismo, 27 setembro, durante a tarde, a Rota de Vinhos da Península de Setúbal brinda ainda todos os visitantes com uma Prova de Moscatel de Setúbal gratuita na Casa Mãe da Rota de Vinhos, em Palmela. Mais informações na Rota dos Vinhos da Península de Setúbal.

TODOS – Caminhada de Culturas em Lisboa      
TODOS – Caminhada de Culturas chega de novo a Lisboa, de 10 a 13 de setembro, para a sua sétima edição e desta vez assenta arraiais na Colina de Santana, fazendo do Campo dos Mártires da Pátria o centro das rotas do mundo. TODOS é um festival que desde a origem se assume como cosmopolita e de inclusão. Nele cabem todas as diferenças, sejam elas culturais, de religião, credo ou outras, dos lisboetas provenientes de todo o mundo. Neste festival sobressaem as artes plásticas e performativas, a música e a gastronomia, as visitas guiadas, o debate e o pensamento. Entre as muitas opções possíveis destaca-se a exposição retrospetiva onde estão presentes as outras edições do TODOS, no antigo Hospital Miguel Bombarda. Green Fingers – performance para transformar o jardim; Teatro das Compras – com animação teatral em lojas emblemáticas de Lisboa; Paços e passos, um passeio exploratório que conduz todos os visitantes pelos percursos da história da Colina de Santana; Curral, na voz de
Margarida Mestre;  Il n’est pas encore minuit…, no desativado Hospital Miguel Bombarda; e Pratos e Mundos, um piquenique recheado de comida do mundo no Campo Mártires da Pátria são iniciativas a não perder. Programa completo e detalhado no site do Festival TODOS.

"Selma, a Marcha da Liberdade" no Cinema Fora do Sítio
O último filme do ciclo de cinema ao ar livre do Porto adiado devido ao mau tempo, é exibido esta sexta-feira, 11, às 21h30, na Praça de Carlos Alberto, com 200 lugares sentados, ocupados por ordem de chegada. O filme, que foi nomeado para dois Óscares este ano e recebeu o Globo de Ouro para Melhor Música Original ("Glory", de John Legend), retrata o momento em que o direito ao voto se tornou universal nos Estados Unidos, independentemente da raça, condição social ou escolaridade. Para o ano há mais.

Setúbal celebra dia de Bocage e da cidade
A festa da cidade e do seu poeta é, este ano, especial: marca a abertura oficial das comemorações dos 250 anos do nascimento de Bocage. As comemorações, organizadas pela Câmara Municipal, decorrem ao longo de um ano, até setembro de 2016, com o programa a incluir, no dia da abertura oficial, inúmeros eventos abertos à população e de entrada livre. A sessão solene de abertura das Comemorações dos 250 Anos do Nascimento de Bocage está agendada para as 16h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, durante a qual decorre um momento musical, em que Nuno Lopes acompanha o barítono Carlos Pedro Santos na interpretação da obra “Bocageana – Cinco Sonetos”, Op. 37, de Gaspar Fernández Gil. O livro “Bocage – A Imagem e o Verbo”, de Daniel Pires, investigador que dedicou vários estudos à vida e obra do poeta, é apresentado às 17h00, na Casa da Cultura. Pode ainda apreciar a exposição “Bocage e o Livro na Época do Iluminismo” é inaugurada às 19h00, na Galeria Municipal do 11 e, dia 15, pelas 21h30, na Praça de Bocage, assistir ao concerto inaugural das Comemorações dos 250 Anos do Nascimento de Bocage. A Orquestra do Norte, dirigida pelo maestro José Ferreira Lobo, é acompanhada pelos solistas Cristiana Oliveira, Liliana de Sousa e Rui Silva.

The Sunday Market em Lisboa
Entre 10 e 13 de Setembro Lisboa acolhe a primeira edição internacional do THE SUNDAY MARKET – LISBOA Design Edition 2015. Este mercado urbano arranca na área do Design de Equipamento com marcas nacionais e convidados internacionais … e estará aberto ao público na Praça do Comércio entre as 11h00 e as 21h00. Cerâmica, ilustração, iluminação e mobiliário são algumas das áreas que poderão ser apreciadas a partir desta quinta-feira num registo de evento inovador: todas as marcas estarão expostas numa verdadeira aldeia de contentores que irá dar um toque colorido e irreverente a esta praça tão imponente e estratégica da cidade. Jovens marcas estarão lado a lado com referências nacionais e internacionais (que chegam do Brasil, México e Espanha), num ambiente de partilha e interação com o público, que contará com apresentações exclusivas de coleções neste mercado de quatro dias. Para além de aproveitar este evento para lançarem as suas novas coleções, edições ou linhas de produtos, várias estão a programar várias atividades ao longo dos quatro dias de mercado, animação, de fim-de-tarde, estará garantida por DJs set de DJs nacionais. A decorrer até 13 de Setembro, entre as 11h00 e as 21h00, na Praça do Comércio, em Lisboa, o The Sunday Market tem entrada livre.

Poesia na rua em Cacela Velha
As ruas da vila histórica de Cacela Velha voltam a encher-se de poesia, a 13 de setembro, com mais uma edição da «Poesia na Rua». Durante todo o dia, os recantos desta localidade – onde todas as ruas possuem topónimos dedicados a poetas que escreveram sobre Cacela ou ali viveram – oferecem aos visitantes sessões de poesia, conversas, apresentações de antologias e documentários, homenagens e um mercado de rua com livros e produtos locais. O programa começa às 10h00, com atividades para os mais novos, à tarde há apresentação do livro «E se não for?», de Marco Mackaaij, por Pedro Jubilot, e leituras por Paulo Moreira. Às 16h30 decorre a sessão «Poetas do Guadiana – Ponte de Palavras» com Pedro Tavares, Diego Mesa e António Cabrita. Já às 17h00, terá lugar a apresentação do projeto «GRAU - Grito de Raiva de Arte Urbana», por Luís Rocha e poetas convidados. Segue-se, às 17h45, a sessão «O Algarve da poesia e a poesia do Algarve», com Paulo Pires e Paulo Penisga. Ao longo de todo o dia decorrem ações poético-visuais com grafiti ao vivo com David Mota. Mais tarde, às 18h30, é hora de teatro de rua com «Tó poeta e o Carvalho Marquês», pelo Grupo de Teatro «Te-atrito», e às 19h00 inicia-se o percurso poético «A Ria Formosa na poesia do Algarve». Pelas 21h30 prossegue a festa da poesia com poemas ao ritual da igrejinha, onde cada participante poderá livremente declamar poesia. A sessão conta com a presença dos «Funkarmonica». A «Poesia na Rua», organizada pela Câmara Municipal de Vila Real de Santo António / Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela tem entrada livre.

Champimóvel  em exposição itinerante
Champimóvel é um show animado interactivo em 3D, apresentado num simulador transportável. O show é uma viagem através do corpo humano guiada pela figura animada "Champi". A viagem começa com o mecanismo da visão, seguido da apresentação da célula e o seu material genético, da acção dos vírus, da terapia genética e finalmente das investigações recentes em células estaminais e em nanotecnologias. O Champimóvel pode ser explorado nos dias 10 e 11 de Setembro, no Parque Urbano Comendador João Martins, em Proença-a-Nova, às 10h00, 11h00, 12h00, 14h00, 15h00 e 16h00 e a 12 de Setembro no PEPA - Parque Empresarial de Proença-a-Nova, às 16h00, 17h00 e 18h00. A participação é gratuita.

Concerto "non stop" em São Vicente de Fora a 12 de setembro
Uma dezena de organistas participa, a 12 de setembro, num concerto "non stop" de órgão, na Igreja de S. Vicente de Fora, em Lisboa, iniciativa integrada na comemorações dos 250 anos da construção daquele exemplar único do património instrumental português. Entre os organistas do concerto contam-se José Luís González Uriol, especialista em música ibérica pré-romântica para instrumentos de tecla, André Ferreira, Sérgio Silva e João Vaz, atual titular do órgão de São Vicente de Fora.  

“PerCurso” no Espaço Cultura AXA
“PerCurso” é uma mostra de trabalhos insólitos e encantatórios, realizados com recurso a corte e colagem, sobre pautas e livros, em intricados motivos de caprichosa precisão, resultando em obras cheias de movimento e profundidade. Professor de Educação Musical profissionalizado, Arlindo Abreu iniciou em 2006 o seu percurso nas artes plásticas, que se encontra intimamente ligado à música. Este início foi marcado por uma preciosa herança: um baú cheio de partituras para piano de edições antigas, prontas para serem recicladas e ganharem vida sobre outra forma de arte, numa tentativa de recriar a música ou as ideias dos compositores, dando-lhes formas, texturas, cor, sentido e alma. A mostra está patente ao público no Espaço Cultural AXA, no Parque das Nações, em Lisboa, com entrada livre.

“Encontros Craft+Design” nas Aldeias do Xisto
As Aldeias do Xisto vão recebem a exposição “Encontros Craft+Design” até 30 de setembro, no Fundão. Integrada na trilogia Craft+Design+Identidade, a exposição é composta por uma súmula dos projetos Água Musa, L4Craft e Agricultura Lusitana, e vai estar dividida entre o Casino Fundanense e a Loja Aldeias do Xisto da Barroca, no Fundão. A iniciativa insere-se no âmbito do Festival CALE (Festival de Rua do Fundão). As peças que integram a exposição carregam o saber fazer artesanal, a mestria dos artesãos, e a memória das aldeias. Trata-se de uma oportunidade única para admirar de perto as peças exclusivas dos três projetos da trilogia – Água Musa, L4Craft e Agricultura Lusitana – e se deixar envolver pela identidade que evocam. A entrada é livre.

Exposição, cinema, música de câmara e literatura no Goethe-Institut
A agenda cultural do Goethe-Institut em Lisboa começa no mês de setembro com a pré-inauguração da exposição VICENTE'15 Sagrado, Corpo e Imagem, com curadoria de Mário Carneiro, que estará patente até dia 25 de outubro. O projecto Vicente é uma iniciativa anual e tem como temática São Vicente, o padroeiro de Lisboa, que tem vindo a ser interpretado das mais diversas formas por vários artistas e autores nacionais e internacionais. Mais tarde – para marcar na agenda -  a partir do dia 22 de setembro e ao longo de cinco dias, realiza-se a 6ª edição do Festival Cantabile, uma iniciativa do Goethe-Institut em Lisboa que traz a Portugal alguns dos músicos mais prestigiados a locais como a Fundação Calouste Gulbenkian, as Ruínas do Convento do Carmo, a Igreja de São Julião (Banco de Portugal), o Palácio Foz e o Goethe-Institut, em Lisboa.



Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook!
*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.