Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Divinus: o inverno chegou ao restaurante do Convento do Espinheiro

  • 333

Reza a história que nos tempos em que os legionários romanos percorriam a Península Ibérica, traziam com eles uma planta chamada escorcioneira, que deixaram nos campos do Alentejo. Dizem também os registos que no final do século XX esta planta foi considerada extinta e que tinha desaparecido do receituário tradicional da região. Até ao dia em que, corria o ano de 2009, a planta volta a aparecer nos campos, graças aos esforços da Associação Slow Food Alentejo, com o apoio do Hotel Convento do Espinheiro (premiado com uma Chave de Prata, na edição 2018 do Guia Boa Cama Boa Mesa), e hoje chega à mesa na nova carta do restaurante Divinus.



A escorcioneira, na receita criada pelo chefe Hugo Silva chega salteada com Vieiras, couve de Bruxelas, amêndoa e cacau. Uma receita simples, mas cheia de sabor que promete surpreender na nova carta, que surge cheia de técnica e de Alentejo. Hugo Silva afirma-se com aposta segura e, com tempo, promete elevar o restaurante a outros patamares, sempre seguro e rodeado de produtos de exceção, onde alem da escorcioneira, encontramos o azeite de galega e cordovil, a carne do montado, o pão de Guadalupe e outros aromas que crescem espontaneamente nas planícies alentejanas.



Para os dias frios que correm, a nova carta do Divinus, o restaurante do Convento do Espinheiro Historic Hotel & Spa sugere uma seleção de tapas, que na carta surgem com o nome de “Aqueles Petiscos de Sempre” (€20), perfeitos para partilhar. Há Ameijoa à Bulhão Pato , À Brás de pombo, Tártaro de veado, Esferas de codorniz com molho tomate e ainda Ervilhas com chouriço e ovo escalfado.

Na nova carta do restaurante Divinus, conte ainda com Creme de castanha com perdiz (€14,50), Foie gras salteado com chips de alcachofras, avelã torrada e creme de tupinambo (€22,50) e com as tais Vieiras salteadas com escursioneira, couve de bruxelas, amêndoa e cacau (€26,50). No peixe as propostas passam por Bacalhau curado confitado com grão, couve portuguesa, ovo e legumes (€25,50) e pela Raia assada com puré de couve-flor caramelizada, morilles, cebolo e acelgas (€26,50) enquanto que na carne, há Presa de porco preto grelhada, texturas batata-doce e couve coração (€26,50), Pá e lombo de borrego, couscous, abóbora, beringela fumada e frutos secos (€28,50) e ainda Peito de pintada recheado com cogumelos e foie gras, cheróvia, marmelo e abrunho (€28,50).



Pode, no restaurante Divinus, terminar com Marmelo, romã e queijo fresco (€12), um Mil folhas de arroz doce (€13) ou com uma Torta de laranja com alfarroba e citrinos (€14). Para uma experiência mais completa, pode sempre optar pelo Menu de Degustação, que inclui Vieiras salteadas com escursioneira, couve de Bruxelas, amêndoa e cacau, Bacalhau curado confitado com grão, couve portuguesa, ovo e legumes, Presa de porco preto grelhada, texturas batata-doce e couve coração e Mil folhas de arroz doce. Custa €65, com vinhos escolhidos pelo Sommelier fica a €85.



O restaurante Divinus, no Convento do Espinheiro Historic Hotel & Spa (Convento do Espinheiro, Évora. Tel. 266 788 200) só serve jantares, todos os dias da semana.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!