Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

VÍDEO: Vamos provar o Maior Cozido de Portugal

  • 333

O maior cozido da história da gastronomia nacional serviu-se pela mão de Nuno Diniz

Foram mais de 150 ingredientes, entre enchidos, carnes e acompanhamentos. Demorou mais de três meses a preparar. O maior cozido da história da gastronomia nacional serviu-se a 5 de outubro, na 1300 Taberna, em Lisboa, pela mão de Nuno Diniz.

Literalmente, todo o país coube dentro dos tachos no Maior Cozido de Portugal. Houve Sangueira, Chouriço de Abóbora, Farinhotas, Chouriço de Mel, Ranhão, Peituga e Chancoto, tudo fumado, Bucho de Ossos, Chouriço grosso, Cabeça fumada, Plangaio, Azedos, Cacholeira e Paia de Toucinho, só para referir alguns produtos. Também serviram Cenoura, Couve Coração, Batata doce, Abóbora Porqueira, Feijão verde, Tomate, Salsa, Alho francês, Feijoca, Milho, Xuxu e Grão, por exemplo. E no fim serviu-se Queijo da Serra afinado por José Branco, Queijo de Serpa DOP, Terrincho Quinta da Veiguinha, Cabra Quinta de Melgaço, Amarelo da Beira Baixa, Caprino de Odemira e Queijo São Jorge DOP, com 24 meses de cura.

No Maior Cozido de Portugal, houve ainda uma volta ao país doceiro, com Morgado do Bussaco, Pasteis de Belém, Pudim do Abade de Priscos, Bolinhol, Cristas de Galo, Boleima, Pudim de Alfarroba do Algarve e Tigelada da Beira em forno de lenha. Tudo acompanhado por uma infindável lista de vinhos, que vão dos Espumantes aos Verdes, dos brancos aos tintos, de regiões tão diversas como o Douro, o Dão, o Tejo, a Península de Setúbal, o Alentejo e o Algarve, sem esquecer os generosos vinhos do Porto e da Madeira.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!