Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Paço dos Cunhas: a nova pérola gastronómica do Dão?

  • 333

Antes de entrar na sala e de descobrir as novidades criadas para a estação mais fria que se avizinha pelo chefe Henrique Ferreira, convém passear pela história do magnífico espaço onde fica o restaurante Paço dos Cunhas e, claro, descobrir os vinhos de excelência que por ali são produzidos.



Diz a história que o restaurante está integrado num solar do século XVII e XVIII, construído em 1609, e rodeado de jardins encantadores que levam de forma harmoniosa os visitantes às caves que conservam os afamados vinhos desta casa. Pelo caminho há que prestar atenção ao espólio valiosíssimo de peças de decoração e à arquitetura secular, soberbamente preservada.



Depois, é tempo de entrar na sala e descobrir o que a casa tem para oferecer. As criações de Henrique Ferreira levam o Dão à mesa, mas também as pequenas hortas, os produtores selecionados e a vontade de surpreender a cada momento da refeição. A melhor forma de descobrir tudo quanto há de escondido na cozinha é através dos dois menus de degustação, que prestam homenagem à casa e à história. O “Menu Santar” (€25), começa com “Ervilha, Gema a 60ºC, Shiitake e Presunto” e é acompanhado por “QDOE Espumante Bruto”. Segue-se a “Bochecha de Porco e Batata-doce” com “Casa de Santar Tinto” e o “Leite Creme de Moscatel” com o “Palestra Moscatel” a acompanhar.

Já o menu “Menu Paço dos Cunhas” (€33), começa com “Vieira, Nabo e Beterraba” e com um “Cabriz Espumante Bruto”, atreva-se num “Pica-Pau de Porco Bísaro” acompanhado por um “Cabriz Touriga Nacional Branco” que antecede o “Lombo de Bacalhau, Grão-de-Bico, Maionese de Salsa, Grelos Salteados e Pó de Azeitona” que chega à mesa com o “Cabriz Reserva Branco”. A sobremesa leva o sugestivo nome de “Papinha da Nossa Infância”, é servida com um “QDOE Espumante Meio Seco” e é uma verdadeira viagem ao passado.

No restaurante Paço dos Cunhas há, naturalmente, a opção à carta, igualmente repleta de propostas arrojadas. Nas entradas deixe-se levar pela “Sardinha, Pimentos e Broa” (€6) ou pelo “Carabineiro, Tomate Assado, Aromas de Caldeirada e Pó de Lagosta” (€15). No peixe há “Corvina de Peniche e Água de Tomate e Legumes Glaciados” (€18) e nas carnes o “Lombinho de Vitela, Aligot de Queijo Serra, Cogumelos Selvagens” (€20). Termine com um “Pudim Abade de Priscos e Gel de Maçã” (€6).



O restaurante Paço dos Cunhas (Largo do Paço, 28, Santar, Tel. 232 945 452) só abre ao almoço durante a semana (encerra à segunda feira) e serve jantares apenas ao sábado, recomendando-se marcação prévia. Para uma experiência mais intensa aceite o desafio e “Fique Nas Mãos Do Chef”. Henrique Ferreira dá a escolher menus com 3 Porções (€25), 4 Porções (€33) ou 5 Porções (€45), sempre com verdadeiras surpresas, habitualmente fora da ementa, ao sabor dos dias, das colheitas e da criatividade do chefe.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!