Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Tasca do Celso: elogio alegre ao Alentejo

  • 333

Começou por ser uma tasca com uma pequena cozinha. Hoje, a Tasca do Celso acolhe uma cozinha maior, aberta para uma sala luminosa e dominada pelos tons alegres, a combinar com a louça de barro que leva os sabores do Alentejo à mesa.

Nos quadros em ardósia dispostos na parede lêem-se o nome dos petiscos e dos pratos inscritos na ementa. Ou então, esta é entregue em mão por quem pratica a simpatia e a cordialidade aliadas à arte de bem receber.

O Pica-pau de porco preto (€8,50) e o Mexilhão à Tasca (€10,50) ganham protagonismo nos petiscos deste templo da comida alentejana, onde o produto de qualidade é uma aposta ganha e tudo é preparado ao momento como manda a cartilha do cozinheiro exemplar. Os Ovos escangalhados (€12,50) é outra das propostas da Tasca do Celso (Rua dos Aviadores 34, Vila Nova de Milfontes. Tel. 283 996 753) para começar uma refeição aprazível a dois e não são, certamente, poucos os que partilham os célebre Espargos com ovos mexidos (€8,50) ou as Amêijoas à Bulhão Pato (€19,50), ou o Camarão ao alhinho (€16,50).

Entre os produtos alentejanos e o que é típico da região, é de salientar, nas entradas, o Paio de porco preto (€4,25), o Queijo de Serpa DOP (€6,70) ou o Presunto de porco preto (€10,50). Mas, paremos por aqui, até porque há que guardar apetite para o que ai vem.

Do que o mar traz para terra, a cozinha da Tasca do Celso trata com a sabedoria de quem tem nas mãos o dom de cozinhar tão bem. A começar pelo Arroz de amêijoa (€16,50), caldoso como se quer e feito na perfeição. No alinhamento da lista há espaço para vários gostos, desde a Raia grelhada ou d’alhada ao Pregado grelhado ou frito com arroz de feijão (€25), passando pelo Sarrajão au Dijon (€15,50), pela Açorda de Camarão (€15,90), pelos Filetes de peixe-galo com arroz de tomate (€22,50) ou pelo célere Camarão gigante com açorda (€24,50). Entre pratos degustados em família ou entre amigos, há espaço para as receitas tradicionais preparadas para dois, como o Arroz de tamboril (€32,50), a Massinha de robalo (€32,50) e a Cataplana de peixe (€38).

Nos pratos de carne, é de convir que o Medalhão à pimenta (€22,50) é o primeiro da lista dos pedidos de quem escolhe a Tasca do Celso para uma refeição demorada e apreciada com requinte. Do receituário da região chega à mesa a emblemática Carne de porco à alentejana (€16,50), para além das Plumas de porco preto (€16,50), os Secretos de porco preto (€16,50) e os Lagartinhos de porco preto (€16,50), as Costeletas de cordeiro na brasa (€18,50) ou a Espetada mista (€16,50) também ela feita com produtos alentejanos. Quando a refeição é para dividir por dois, a escolha pode recair no Rosbife (€30,50), no Naco de alcatra (€34,90) ou no Bife à la plancha (€44,90).

O desfecho de tão típica refeição regional só pode contemplar a Sericaia (€4) ou o Pão de rala (€6,50), a dupla da doçaria conventual do Alentejo. Com a cozinha tradicional conquista-se o paladar convencional, mas igualmente de gosto aguçado para a perfeição, com o Arroz doce (€4) ou o Leite-creme (€4). Há ainda o Soufflé de maçã (€4) ou a Mousse de Majericão e Lima (€5,50), um verdadeiro bálsamo para os dias mais soalheiros.

As sobremesas podem muito bem ser acompanhadas por um vinho de sobremesa escolhido a dedo ou recomendado pelo próprio José Ramos Cardoso, o proprietário da Tasca do Celso, um dos restaurantes que ostenta o selo de Certificação Alentejana, em honra da cozinha e dos produtos típicos da região.

De volta ao vinho, é de salientar a farta garrafeira da Tasca do Celso, dado o impressionante número de garrafas expostas na casa e quase todas as referências são servidas a copo. Um verdadeiro roteiro vínico por Portugal, de norte a sul, com paragem obrigatória no Alentejo, a região mais homenageada na carta. Aprecie-se os néctares também durante a tarde, na companhia de petiscos, desta feita na garrafeira, nos sofás dispostos neste espaço acolhedor e intimista ou na enorme mesa apoiada em barricas de madeira, a mais recente novidade do restaurante que, a médio prazo, terá outras boas novas para contar.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!