Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

House of Wonders: Um reino de batata-doce, em Cascais

  • 333
Espírito de partilha no House of Wonders
1 / 9

Espírito de partilha no House of Wonders

Sala de inverno dedicado à batata-doce
2 / 9

Sala de inverno dedicado à batata-doce

3 / 9

4 / 9

5 / 9

Sopa de batata-doce
6 / 9

Sopa de batata-doce

Gratinado de batata-doce
7 / 9

Gratinado de batata-doce

O mezze frio do restaurante
8 / 9

O mezze frio do restaurante

Mezze doce
9 / 9

Mezze doce

No centro de Cascais, existe um espaço onde a batata-doce é a rainha. Este é um restaurante que é também café, galeria e pastelaria, entre outras valências, que acabam por justificar o nome de batismo: House of Wonders...

Aberto em 2011, no centro histórico de Cascais, o House of Wonders é um projeto em permanente evolução. Esta casa 100% vegetariana assume-se como um espaço diferente, um local que quer maravilhar quem o visita. A pensar no tempo frio, o House of Wonders inaugura agora um novo espaço: a sala de inverno, onde a batata-doce é a figura central. Localizada no primeiro andar de um edifício com quatro pisos, a sala de inverno foi agora transformada no templo deste tubérculo cada vez mais procurado.

O menu especial está disponível apenas a partir do meio da tarde, altura em que o ambiente acolhedor e aquecido pelo forno artesanal (carinhosamente chamado de "louco" dada a sua semelhança com uma locomotiva) é o ideal para degustar este tipo de comida. A batata-doce serve-se de todas as maneiras e feitios: Sopa, com gengibre e coentros e pão chapati (€5,75), Pão e Ratatouille (€9,75), Gratinada (€9,75), ou até na sua versão doce, em forma de Trufas. O menu de batata-doce está, também ele, em permanente evolução, à boleia do gosto dos clientes e inclusive do próprio staff, que criou a lista de pratos de acordo com as suas vivências nos diferentes países onde nasceram – no House of Wonders trabalham pessoas nascidas na Síria, Brasil, entre outras distantes latitudes.

A multiculturalidade e as viagens são marcas constantes em todo o edifício do House of Wonders, refletindo o percurso de vida da proprietária, Anna de Bruin, nascida na Holanda e que viveu em vários países das Caraíbas e de África. Essas experiências refletem-se na sala de inverno, decorada com objetos alusivos às viagens, com pinturas e até com uma mesa e uma estante feitas de antigos barcos da ilha de Zanzibar. É dessa ilha africana, a paradisíaca "ilha das especiarias", que o restaurante foi buscar o seu nome, inspirada pela casa com o mesmo nome na capital de Zanzibar. A House of Wonders africana foi a primeira casa a ter eletricidade da ilha, servindo de farol aos pescadores durante décadas, e hoje está transformada em museu. Anna de Bruin viveu na ilha e trouxe o espírito da House of Wonders original para Cascais, numa miscelânea de cores, sabores e ambientes tropicais. Anna foi também buscar tradições ao Médio Oriente e Mediterrâneo, visíveis sobretudo no rés-do-chão, onde se localiza o restaurante.

Semelhante ao buffet, o Mezze é o sistema usado no restaurante do House of Wonders, com dezenas de produtos vegetarianos à escolha, divididos por Mezze frio (€14,75) e Mezze quente (€9,95). O conceito de Mezze implica sempre a partilha e um prato de cada vez, sem mistura de sabores. Há ainda hambúrgueres vegetarianos (€9,95), sumos naturais (€3,75) e vinhos biológicos (€3,75, por copo). A House of Wonders conta ainda com um segundo andar dedicado aos bolos, sumos e refeições ligeiras, e ainda um terraço com vista para a baía de Cascais, talvez o espaço mais concorrido da casa, sobretudo nos meses de sol.

Café Galeria House of Wonders
Largo de Misericórdia
Cascais
Tel.: 911 702 428

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!