Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Vinhos

Wine Summit Cascais’17: “CIA dos Vinhos” apresenta estudo revolucionário

  • 333

A partir de amanhã, o mundo dos vinhos reúne-se em cimeira no Centro de Congressos do Estoril. Trata-se da primeira edição do Wine Summit, que se prolonga até sexta-feira

A Wine Intelligence, consultora internacional para área dos vinhos, conhecida como a “CIA dos Vinhos”, vai divulgar no Wine Summit, a realizar no Estoril, entre 7 e 9 de junho, um estudo “revolucionário”, que prova estar “completamente errada”, a estratégia que os produtores nacionais e internacionais têm dirigido aos “Millennials” (uma geração que consome de forma mais racional). Com estes dados, o setor do vinho vai poder alterar estratégias e redirecionar investimentos e “poupar milhões de euros”. O relatório é apresentado, quinta-feira, por Lulie Hulstead, CEO da Wine Intelligence, empresa que tem trabalhado com diversas entidades em Portugal.

Esta é uma das muitas apresentações que estão a gerar grande expectativa relativamente a esta primeira edição do Wine Summit, que tem como palco o Centro de Congressos do Estoril. Amanhã, quarta-feira, os vinhos naturais são o primeiro tema em debate, com Alice Feiring, jornalista e “autoridade reconhecida no universo dos vinhos naturais pelos quais nutre enorme paixão”, que vai tentar responder à questão, a partir de uma visão “mais filosófica e mística”: “O que é, exatamente, um vinho natural?” Este tema vai merecer também uma intervenção de Jamie Goode que, graças ao seu doutoramento em Biologia das Plantas, prefere “uma abordagem eminentemente científica” aos vinhos naturais, enumerado os grandes desafios que os produtores enfrentam, tanto na vinha, como na adega.

A primeira manhã do Wine Summit conta ainda com a intervenção de Miguel Cabral, responsável pelo Departamento de Investigação & Desenvolvimento dedicado à inovação das rolhas de cortiça na Amorim & Irmãos, S.A. e também professor no Laboratório de Microbiologia da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto que vai tentar responder à questão: “‘Existe futuro para a cortiça natural?” Durante a tarde, outro português, Paul Symington, CEO da Symington Family Estates, que gere marcas como Graham’s, Dow’s, Warre’s, Quinta do Vesúvio e Cockburn’s vai falar sobre vinhos fortificados. Enoturismo e espumante vs champanhe são outros temas em debate.

Consulte o programa completo na página oficial do Wine Summit Cascais’17, bem como as condições de acesso a esta cimeira dedicada aos profissionais do setor dos vinhos.

Caso não consiga marcar presença, existe uma alternativa: assistir a todas (ou apenas a algumas) as sessões da cimeira através de “live streaming pay-per-view”. As transmissões em HD são acessíveis a partir de smartphones, tablets e computadores (€39/dia ou €99/três dias).

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!