Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Tascas

Taberna do Burriqueiro: “terapia” de petiscos no Luso

  • 333

Aberta há dois anos, em terra de termas e tradição de “burricadas”, esta taberna é um ponto de encontro para quem aprecia acompanhar petiscos com boa cerveja

Vegetação abundante, sossego e banhos termais de fama antiga. As qualidades “terapêuticas” associadas ao Luso, no concelho da Mealhada, não são segredo para ninguém. Menos conhecida do público, mas de igual valia, a Taberna do Burriqueiro já se converteu num ponto de paragem obrigatório na vila. Situada bem perto das Termas de Luso, abre a porta a quem procura outras “terapias”: de petiscos e convívio...

A Taberna do Burriqueiro abriu há dois anos e acaba de aumentar o espaço, com uma terceira sala. O ambiente é rústico, com um balcão, muita madeira e decoração tradicional, com garrafas e garrafões a servir de candeeiros, pequenos pipos e ferraduras.



As referências aos burros são evidentes, quer no nome quer nas fotografias nas paredes. O gerente e natural do Luso, Mário Penetra, explica que antigamente vinham pessoas de fora e alugavam os burros às famílias locais, para fazer “burricadas”, ou seja, passeios pelo Bussaco. “Os burros, que abundavam devido à existência de muitos moinhos, também iam até ao comboio para transportar as bagagens de quem vinha passar férias. Chamavam burriqueiros aos lusenses, de forma depreciativa, mas com o tempo passou-se a encarar como uma brincadeira”, conta.

As Asinhas de frango (€3,5/dose), fritas e com molho agridoce, estilo barbecue, são uma das especialidades. Podem sair mais ou menos picantes, à vontade do freguês. As Bifanas à Burriqueiro (€4) são grelhadas e levam queijo e bacon. Entre os petiscos mais populares, pela diferença, estão as Alheiras de urtiga, que podem servir cortadas aos pedaços, com pickles e azeitonas (€5), ou inteiras, acompanhadas com batata frita, ovo e pickles (€7).



Na sequência do período em que o gerente viveu no Canadá, servem-se as Reuben Sandwiches (€5), tipicamente americanas e batizadas com o nome do chefe que as inventou. Vêm em pão de centeio, com pastrami e queijo semi-derretido por cima. É, ainda, seguida, a tradição dos craft smashed burgers, havendo Hambúrgueres à Burriqueiro (€5), caseiros e esmagados na hora. No campo das bebidas, o forte da Taberna do Burriqueiro (Rua Emídio Navarro, 162, Luso. Tel. 231 930 249) são as cervejas, com grande destaque para as Bohemias.

As portas abrem às 11h30 e só fecham às 02h00, à semana, e às 04h00 aos fins-de-semana e vésperas de feriado (segunda-feira encerra). Isto significa que não existe um mapa para os picos de afluência, podem acontecer a qualquer momento, mas há relatos de longas horas de petiscadas...



Acompanhe o
Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!