Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Tascas

Tascas e Petiscos: aquecer corpo e alma junto à Serra da Estrela

  • 333

Tasca do Mono

Quem vai à serra, avia-se em terra. Com esta (quase) certeza, parta à descoberta de algumas das melhores tascas da região envolvente à Serra da Estrela

Das “Bifanas perigosas” aos enchidos variados e sem esquecer a famosa canja de cornos não faltam petiscos nas tascas e tabernas que ajudam a aquecer os dias frios da Serra da Estrela. Siga a rota Boa Cama Boa Mesa e conheça alguns dos locais de paragem obrigatória, na Covilhã, Fundão e Guarda, antes ou depois, de um dia bem divertido junto à Torre ou na Estância de Ski. A seleção tem por base o guia “Tascas e Petiscos”, editado em novembro.

Taberna A Laranjinha
Incontornável, no centro da Covilhã, é a taberna de que todos falam e que todos visitam, quer pelo simpático anfitrião, Ricardo Ramos, quer pelas especialidades da casa. No topo das preferências estão os bombons de alheira (€5), servidos com molho de maçã, o pastel de molho da Covilhã, uma especialidade de massa folhada recheada com vitela, caldo de vinagre e açafrão (€3,50), e os ovos rotos da Taberna, com presunto serrano e tomate cherry (€8,50), que, embora tenham ido buscar inspiração à cozinha da vizinha Espanha, são aqui bem adaptados aos sabores e ingredientes ricos da região. Recomenda-se sempre reserva para jantar, especialmente ao fim de semana, quando a casa se enche de famílias e grupos à procura de uma refeição memorável. Rua 1.º de Dezembro, 18, Covilhã. Tel. 275 083 586

Fio de Azeite Taberna
Nesta taberna típica destacam-se os pezinhos de coentrada (€5), o fígado de frango com balsâmico (€5,50) e as tiras de porco com ervas aromáticas (€7). Acompanha com as famosas batatas fritas da casa, caseirinhas e temperadas na hora, com ou sem queijo (€2). Praça da República, 8, Belmonte. Tel. 275 912 170

Tasca da Estação
Junto à estação do Fundão, dedica-se com afinco a duas especialidades: a sandes de febra (€1,70) e a sandes de bacalhau (€1,80), havendo dias em que o fígado também aparece. Copo de vinho da casa a €0,40. Largo da Estação, 1, Fundão. Tel. 275 753 639

Tasca do Quim
Abriu em 2015, focada nos petiscos regionais. Há pratinhos de polvo (€2,50), moelas (€2,50), salada de orelha, farinheira com ovos e ainda alheira e morcela. Praça de Alcântara, Lote 11, Fundão. Tel. 926 382 976

A Tasquinha
Nesta antiga casa de pasto, de ambiente familiar e atendimento simpático, a tradição também se faz com os pastéis de bacalhau (€0,80), as sardinhas em escabeche de azeite (preço variado), os ovos verdes (€0,60/unidade) e os rissóis de carne (€0,80). Rua Infante D. Henrique, 55/57, Guarda. Tel. 271 212 170

Zé Nabeiro
Primeiro é a lareira, onde se grelha a carne e a panela fumega, que chama a atenção. Depois, a frase inscrita na parede: “O que é único não é melhor nem pior, é simplesmente isso: único!” É à popular canja de cornos que se refere, o prato que pôs o Zé Nabeiro no mapa e que se serve à quarta-feira e ao sábado. O homem que iniciou o negócio faleceu recentemente, mas o filho promete continuar a obra do pai. A canja tem requintes de um ritual: serve-se a carne do cozido acompanhada de salada e pão, a canja há de vir no final, um caldo apurado feito a partir da cabeça de vitela, com massinhas para aconchegar o estômago. A refeição completa (8€) inclui ainda bebida, queijo, café e bagaço. Nos outros dias, serve-se dobrada com feijão ou grão com mão de vaca no caldeiro, carne guisada na panela de ferro, cozido à casa e grelhados na brasa. Rua das Hortas, Soito, Sabugal. Tel. 271 605 116

Caverna da Bicharada
Os petiscos são feitos na hora e o preço depende do peso de cada um. A lista é pequena, mas é o deleite da clientela que solicita o pica-pau e os enchidos, com destaque para a morcela e o chouriço. Rua Dr. José Sacadura Botte, 69, Arrifana, Seia. Tel. 238 312 183

Tasca do Mono
Chamam às bifanas aqui servidas “bifanas perigosas”, por causa do molho picante em que é envolvido o pão e o lombo de porco, aquecidos na chapa. Há também pica-pau (€3,25) e uns pratos de presunto (€3,50). A tasca integra a oferta do conhecido restaurante Robalo. Rua António José d’Almeida, 53, Sabugal. Tel. 271 753 566

Zé das Iscas
Facilmente se adivinha a especialidade. Servidas em doses generosas, que dão para duas pessoas. Mas quem não goste do sabor forte, pode sempre optar pelas febras ou pela entremeada (€7). Rua Miguel Bombarda, 18, Celorico da Beira. Tel. 271 742 586

Guia "Tascas e Petiscos"
Os locais identificados neste artigo integram o guia “Tascas e Petiscos” by Boa Cama Boa Mesa, que está à venda, com o Expresso, desde sábado, dia 18 de novembro, por €9,95. Numa edição bilingue (português e inglês), o guia “Tascas e Petiscos” apresenta mais de 350 sugestões de locais onde pode beber um copo de vinho e saborear os melhores petiscos nacionais. Acima de tudo, este guia, dividido em sete regiões (Norte, Porto, Centro, Lisboa, Sul, Madeira e Açores) é um elogio a todos os que mantém viva a tradição do petisco e do convívio. O guia "Tascas e Petiscos" pode, também, ser adquirido na Loja Impresa, com descontos para assinantes e portes grátis.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram.