Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Guia de Restaurantes

Alma

Preço médio €60

1 / 6
2 / 6
3 / 6
4 / 6
5 / 6
6 / 6
Depois de tantas vezes adiado, o Alma finalmente abriu portas no Chiado. Um regresso que é saudado por todos os que têm seguido o trajeto do mediático chefe ou que tinham (têm) curiosidade em experimentar a sua cozinha Henrique Sá Pessoa optou (bem) por esperar o tempo necessário para que o espaço estivesse preparado, a cozinha testada e a equipa rotinada antes de abrir as suas portas a Lisboa e ao mundo. A ambição de atingir as estrelas nunca foi negada e, por isso, o resultado apresentado neste novo Alma é muito seguro e consistente, sem grandes malabarismos ou fogos-de-artifício. O ambiente é informal e as salas, principalmente a primeira, muito agradável, bonita mesmo, e com a garrafeira a ajudar à decoração. Fiel a si próprio, Sá Pessoa aproveita as diversas influências e transporta-as para a primeira ementa, que pode ser experimentada à carta ou, preferencialmente, através dos menus de degustação. Uma boa primeira surpresa é o snack de pimentos vermelhos numa tempura de carvão vegetal, mas a corrida só começa mesmo com o “Choco laminado puré de ervilhas, caldo de galinha asiático” e o “Escalope de foie gras pera, granola de beterraba agridoce, creme de pistáchio”, nas entradas. Sobe-se a escala com o “Salmonete, caldo de caldeirada, escama frita”, com a recuperação do “Leitão confitado puré de batata-doce, pak choi, jus de laranja” e o “Entrecôte de novilho mousseline de aipo, pickle de beterraba, molho barbecue”. Para ganhar novos públicos, o restaurante também serve a mesma ementa ao almoço.
Contactos
Características
  • 50
  • Segunda-feira
  • Proibido fumar
  • Recomendado a crianças
  • Não
  • 60.00