Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

NaturistBnB: fazer férias sem roupa... na casa dos outros!

  • 333

Foto: NaturistBnB

É como o AirBnB, só que para quem gosta de relaxar e descansar como veio ao mundo. Uma modalidade diferente de férias que em Portugal já conta com oito alojamentos aderentes

Não se espante se, ao chegar à sala de pequenos almoços, entre salsichas, fruta fresca ou pequenos pãezinhos acabados de fazer, os hóspedes do lado estejam sentados com uma chávena de café fumegante, completamente despidos, quer de preconceitos quer de roupa de verão. A nova tendência de férias, o NaturistBnB, já chegou a Portugal. Baseia-se no conceito AirBnB, mas destina-se apenas aos nudistas, ou seja, aos cada vez mais adeptos do chamado naturismo.



O conceito não é novo em Portugal. Desde 1988 que é uma pratica reconhecida por lei, mas a Federação Portuguesa de Naturismo já existe desde 1977 e desde então já conquistou, além da Lei, uma série de praias oficiais, os usos e costumes para cada uma delas e organiza com regularidade atividades indoor e outdoor, bem como apadrinhou vários espaços para a prática de naturismo. A novidade é a existência, agora, de um conceito de partilha de espaços apenas para naturistas. Em Portugal já há oito unidades aderentes, em apenas dois meses de existência. Ultrapassam as duas centenas os espaços NaturistBnB em todo o planeta.



Em Portugal, o Algarve, Viana do Castelo, Montargil e Odeceixe concentram as ofertas, com espaços mais ou menos privados para quem quer fazer férias completamente despido. De norte para sul, o “Dome Passionfruit” (Estrada do Divino Salvador, Viana do Castelo. Tel. 960 207 941) fica no Parque Naturista Naturviana. É uma tenda com 25 metros quadrados (€100), estilo “Dome”, rodeado por um jardim verdejante. Apresentam também o “The Oak Dream”, uma tenda suspensa, que alberga até três pessoas, com reservas mínimas de duas noites (€50).

No “Direction South” (Estrada de Montargil, 114, Foros do Mocho, Montargil. Tel. 965 019 671) há uma casa na árvore disponível (€30) e além do alojamento proporcionam atividades que incluem “Arco e flecha nu”, “pintura de corpo nu” e “ioga nu”. Há ainda um “Teepee” (€35), uma tenda que lembra as dos índios norte americanos e que oferece também todas a atividades anteriores. Em Odeceixe a anunciada “Peaceful Farmhouse - Quinta Tranquila” oferece uma casa inteira (€66), mas está apenas disponível para utilizadores registados na plataforma NaturistBnB.

Já em pleno Algarve, a Quinta do Éden (Sitio da Goldra de Cima, Tel. 0033 6 16 70 47 13) é uma casa antiga de 1755, disponível na totalidade, com piscina e jardins (€350). Tem capacidade para oito hóspedes em simultâneo. A Villa Paraíso (Estrada de Armação de Pera, Porches. Tel. +31641283897) tem cinco quartos e a filosofia do “sinta-se em casa”, libertando os hóspedes de qualquer regra ou regulamento. O Vilapura (Sitio do Bernardinheiro, Tavira. Tel. 936 436 633) tem cinco quartos (€70), com nomes retirados dos “Sete pecados capitais”. Pode optar por dormir na “Gula”, na “Preguiça”, na “Ira”, na “Luxúria” ou na “Avareza”.



O conceito AirBnB, onde o NaturistBnB se inspirou, é conhecido, polémico até, mas lucrativo. Reza a história que terá sido num já distante novembro de 2008 que três amigos, Nathan Blecharczyk, Brian Chesky e Joe Gebbia, residentes na Califórnia, Estados Unidos da América, decidiram de um dia para o outro, para ajudar a pagar a renda, alugar parte da casa onde habitavam, para ajudar às despesas. Foi o início de um grande negócio, hoje à escala universal, que teve lucros de 93 milhões de dólares em 2017 e receitas na casa dos 2,6 mil milhões de dólares, segundo revela a Bloomberg.



Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!