Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Port Wine Day: Celebrar o Vinho do Porto, do Porto a Nova Iorque

  • 333

Jo\303\243o Ferrand - Fotografia; Lda

Produtores e enólogos, caves, restaurantes e bares locais, comboio histórico e rabelos, convidados dos quatro cantos do mundo e eventos abertos ao público

O Port Wine Day, que se celebra a 10 de setembro, arrancou no primeiro dia do mês com atividades entre o Douro e o Porto… e com um saltinho a Nova iorque.

Imagine o leitor que para acompanhar uma refeição de pizza é sugerida uma degustação de vinhos do Porto. Inédito, não?
Esta é apenas uma das propostas do programa itinerante do Port Wine Day, em particular da Pizzeria Pulcinella, em Matosinhos, que viu nesta sugestão arrojada uma forma de homenagem ao vinho do Porto e uma prova de que os casamentos improváveis à mesa - no caso um prato vigoroso e untuoso com um néctar licoroso - podem resultar em finais felizes. A ementa especial do restaurante italiano estará em vigor até dia 10 e só um ponto de partida para o resto que aí vem. Há mais de 20 restaurantes associados, com ementas especiais elaboradas especialmente para as “festas”. O chefe Rui Paula foi um dos primeiros a aceitar o desafio na cozinha do DOP, e seguiram-lhe o novíssimo restaurante Cozinha da Clara, na Quinta de La Rosa, o Barão de Fladgate e o restaurante da Quinta do Pégo, só para nomear alguns.
Mas vamos por partes que o caminho é longo e há muito para fazer.

Inspirada nos percursos do Vinho do Porto, a iniciativa que assinala a instituição da primeira região vitivinícola do mundo, demarcada e regulamentada em 1756, vai correr várias capelinhas entre o Douro, o Porto, Vila Nova de Gaia e Matosinhos com uma rota completa de restaurantes e bares, caves, quintas e museus da região que aceitaram o desafio “Contagiar a Cidade”, uma peça em seis atos que começa à mesa e termina… bom, pode terminar, por exemplo, numa livraria da Baixa do Porto com um copo de porto tónico na mão, ou numa taberna típica a partilhar um jarro de sangria de Porto. Pelo meio, há visitas às caves, provas de vinhos comentadas e espetáculos de fado intimistas e de entrada livre.

O programa conta ainda com a participação de convidados internacionais que serão recebidos para um fim de semana em quintas no Douro, onde ficarão a conhecer a história e as memórias das famílias e das casas do Vinho do Porto.
No domingo de manhã, realiza-se a Masterclass “A Flight of the Sixties”, no Hotel Six Senses Douro, em que serão provados Vinhos do Porto da década de 60, apresentados pelos enólogos das respetivas casas. O regresso ao Porto faz-se no comboio histórico The Presidential, para, à tarde, se assistir nas margens do Douro à Regata de Barcos Rabelos. O dia e as celebrações terminam numa Sunset Party aberta ao público, entre as 17h e as 22h, no Jardim das Oliveiras.

Em Nova Iorque
Do outro lado do Atlântico, o Port Wine Day celebra-se já amanhã com um showcooking e prova de Vinho do Porto no The Lofts at Prince, no Soho de Nova Iorque. Desta forma, o Instituto do Vinhos do Douro e Porto (IVDP) reafirma a sua posição estratégica nos EUA, um dos mercados em expansão que, desde 2009, aumentou o volume de importações de Vinho do Porto.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!