Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Rota do Alvarinho: À descoberta dos vinhos verdes

  • 333

Reguengo de Melgaço na Rota do Alvarinho

Dentro da Região Demarcada dos Vinhos Verdes, siga o roteiro mais a norte, entre Monção e Melgaço, e conheça de perto a origem do Alvarinho, considerados por muitos um dos melhores brancos do mundo

Por aqui é praticamente impossível fugir ao vinho, mas entre visitas a adegas, provas comentadas e vindimas, há muita (e boa) gastronomia para conhecer, hotéis em cenários idílicos e até experiências radicais. Seja bem-vindo à Rota do Alvarinho, que ajuda a conhecer e a usufruir de uma representativa área da Região Demarcada dos Vinhos Verdes.

O que fazer:

Quintas de Melgaço
Cinco centenas de produtores da região deixam aqui o fruto do trabalho de um ano na vinha. O resultado, sob a forma de espumante, verde, branco e rosé, é conhecido numa prova oferecida durante a visita. Todo o processo de transformação e armazenamento, de vinificação e engarrafamento do Alvarinho – rei deste terroir -, pode ser conhecido durante uma visita à adega. Visita e prova, que inclui um ou dois vinhos, são gratuitas. Para grupos, pode incluir mais vinhos e enchidos regionais, com preços sob consulta. Ao longo do mês de setembro as Quintas de Melgaço vão estar abertas ao público para que todos possam experienciar a grande tradição das vindimas e fazer a prova dos vinhos, com todo o material necessário a esta atividade. O acesso é gratuito mas obriga a marcação prévia por telefone ou email.
Rua Ferreiros de Cima, Melgaço. Tel. 251 410 020

Quinta de Soalheiro
Um amplo e contemporâneo edifício domina a paisagem sobre o vale de onde se avista Espanha, o rio e este cantinho de Portugal. Lá dentro acontece a magia de transformar a casta Alvarinho em vinhos apreciados em todo o globo, numa adega equipada com as mais recentes tecnologias, salas de prova, loja e um enorme terraço sobre a paisagem. No outro extremo do vale, uma casa mais tradicional, em granito e com apontamentos modernos, acolhe refeições por marcação. Tudo começou nos anos 70, quando, protegido pela encosta e dotado de ótima exposição solar, um terreno – Soalheiro - serviu de casa a esta casta endógena. Pioneiros na comercialização, nos anos 80 o mercado ficou a conhecer a primeira marca de Alvarinho de Melgaço. Visitar a Quinta do Soalheiro é divagar entre o passado e o futuro, entre a história e a inovação, movida pela paixão pelo vinho dos irmãos que são hoje a face do projeto: Maria João e António Luís Cerdeira. A inovação continua a ser barómetro deste negócio familiar, que pode conhecer em profundidade em várias modalidades de visita. Uma abordagem mais breve é gratuita e inclui prova de um vinho. Por marcação, uma experiência mais aprofundada, com vinho e fumeiro regional, fica por €10 ou, no caso de uma prova mais detalhada, €20. Pode incluir almoço com produtos e ingredientes locais por €50 por pessoa, sempre com marcação prévia.
Alvaredo, Melgaço. Tel. 251 416 769

Reguengo de Melgaço
O enorme lagar e os armazéns desta casa explicam por que os habitantes de Melgaço pagavam aqui a dízima de tudo o que colhiam. A propriedade também produzia de tudo um pouco, mas recentemente, desde 2001, é o vinho – diversas vezes premiado – que ocupa sete hectares de vinha debruçada sobre o rio Minho. A visita a Reguengo de Melgaço, gratuita, sob marcação, passa pela vinha, lagar, sala de provas e casa e inclui uma prova de vinho. Provas verticais com enchidos e queijos regionais custam entre €3 e €7,50. Decorado em estilo clássico, o espaço dispõe, ainda, de alojamento com 13 quartos e suítes, a partir de €75 por noite.
Este ano, para assinalar os 35 anos de atividade da quinta, há um programa especial de vindimas aberto a todos, onde, até ao final de setembro, se juntam a tradição, a cultura e o desporto, naquela que é a vindima mais precoce da história da quinta. O ponto alto acontece no dia 24 do mesmo mês com uma corrida solidária, na qual por cada participante serão doados dois euros à associação Make-A-Wish. A participação é gratuita, mediante reserva no site.
Quinta do Reguengo, Paderne, Melgaço. Tel. 938 044 051

Para comer:

Adega do Sossego
O famoso “vinhão” – verde tinto – é um dos acompanhamentos mais comuns na Adega do Sossego, restaurante tradicional que dá a mesma importância ao comer tradicional e ao beber genuíno. Delicie-se com o pão de milho caseiro, o sável frito com arroz debulho e a cabidela de lampreia, na época certa. No final guarde-se para os doces e licores regionais. Preço médio: €25
EN 301, km 4, lugar do Peso, Paderne, Melgaço. Tel. 251 404 308

Chafarix
O restaurante Chafarix já marcou o seu lugar na região de Melgaço, ao servir especialidades como o naco na pedra laminado e a famosa posta mirandesa. Aberto em 1998, como casa de petiscos, acabou por se converter, desde 2002, no espaço que é atualmente. Com pratos de bacalhau, um excelente cozido à portuguesa, cabrito assado ou lampreia e sável na sua época, propostas não vão faltar. A saborosa carne cachena da Peneda DOP, uma das grandes apostas da casa, e o costeletão de Lugo são duas inovações que diferenciam este restaurante, que oferece uma sala simpática e com muita luz. Preço médio: €15.
Largo Amadeu Abílio Lopes, Melgaço. Tel. 251 403 400

Dona Maria
O Restaurante Dona Maria, em Monção, está integrado na residencial Dom Afonso. Serve pratos típicos da região norte do país. O cabrito assado no forno de lenha só está disponível aos domingos ou por encomenda, mas diariamente saem da cozinha vários pratos de bacalhau, seja ele acompanhado com broa, à lagareiro ou à Dona Maria. Os nacos no espeto à chefe e o polvo à lagareiro são outras das especialidades. Na carta de vinhos, sobressaem os do Porto. Preço médio: €20
Estrada de Melgaço - Quinta da Caldeira, Monção. Tel. 251 656 187

Onde dormir:

Hotel Rural Convento dos Capuchos
Debruçado sobre o rio Minho, em Monção, este charmoso hotel rural (quartos desde €102) incorpora os espaços conventuais típicos como a Sala do Capítulo, a porta da sopa dos pobres, a adega, a capela, e o quarto da torre. O Claustro, um espaço com características de "intimidade" invulgares, constitui o ex-líbris desta unidade, que por estes dias se tornou no primeiro Hotel de Turismo Criativo do Norte de Portugal, resultado de uma parceria com o projeto “Monção nas Mãos”. A partir de agora, o Hotel Rural Convento dos Capuchos disponibiliza oficinas criativas nas áreas da fotografia, urban sketching, pintura e artes plásticas. O contacto com a arte é proporcionado por artistas locais, "assumindo-se como um veículo de proximidade para transmitir aos visitantes um maior conhecimento dos lugares e das pessoas desta região".
Caminho dos Capuchos, Monção. Tel. 251 640 090

Casa da Granja de Alvaredo
Casa acolhedora, localizada numa encosta do rio Minho, num ambiente relaxante, com os vinhedos Alvarinhos em redor. A Casa da Granja Alvaredo tem à disposição quatro quartos confortáveis decorados com elementos rústicos, uma sala de estar partilhada, uma biblioteca e uma cozinha equipada, onde os hóspedes são convidados a preparar refeições e a partilhar momentos de convívio à mesa. No exterior, destaca-se para o jardim e o alpendre com grelhador. A partir de €78 por noite.
Granja-Alvaredo. Tel. 251 404 779

Monte Prado Hotel & Spa
O Monte Prado Hotel & SPA é sinónimo de "estar bem" e em equilíbrio com a natureza: os vastos pinhais, a encosta que, ao fundo, se deixa banhar pelo rio Minho e a proximidade das giestas que cobrem os montes que o horizonte permite vislumbrar já em propriedade espanhola. As enormes janelas panorâmicas marcam os espaços comuns de um hotel que, através delas, traz essa natureza ímpar para o seu interior numa filosofia que se estende aos seus 43 quartos e 7 suites (a partir de €105). Relaxe na piscina, respirando o ar puro, e contemple as bonitas serras espanholas ou, em alternativa, marque passagem no River Spa.
Monte Prado, Melgaço. Tel. 251 400 130

À descoberta:

Solar do Alvarinho
Petiscos e vinhos – sempre Alvarinho –, mostra de arte e loja de produtos, artesanato e vinhos regionais dão corpo ao edifício, de origem medieval. Para além de servir como montra de promoção e exposição de várias marcas de vinho, o Solar do Alvarinho organiza “Alvarinhos de Honra” para grupos, visitas guiadas ao centro histórico e pelo concelho.
Rua Direita-Vila, Melgaço. Tel. 251 404 308

Melgaço Radical
Com uma localização privilegiada que se estende desde a margem esquerda do rio Minho até às alturas do Planalto de Castro Laboreiro, Melgaço assume-se como um refúgio retemperador para quem procura desfrutar da vida no campo e contacto próximo com a natureza. Com parte da sua área inserida no Parque Nacional da Peneda-Gerês, oferece uma série de atividades ao ar livre, desde trilhos para caminhadas até desportos de aventura como rafting e canoagem, organizados pela associação Melgaço Radical. Preços sob consulta.

Mais informações na página oficial da Rota do Alvarinho.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!