Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Borlas: abril com entrada livre

  • 333

Os próximos dias são de celebração: na música, na leitura e na política com o aproximar do 25 de abril. Se vai ter fim de semana prolongado há muito por onde escolher.

Lisboa vê nascer o 1º Festival Política, o Porto comemora em grande festa os 43 anos do 25 de abril e um pouco por todo o país celebra-se este mês o da leitura. Mas a música não ficou esquecida e também há homenagem ao Record Store Day (a cultura das lojas de discos independentes).

Abstenção em debate no 1º Festival Política
No dia 25 de abril tem lugar a primeira edição do Festival Política, no Cinema São Jorge. O tema central é a Abstenção e a programação inclui debates, workshops, filmes, arte, atividades para crianças e uma campanha de publicidade para trazer o tema para a discussão pública. Online, serão ainda recolhidas ideias para combater a abstenção. Estas propostas, a par das principais conclusões dos debates, têm como destino os grupos parlamentares e partidos portugueses. A entrada é livre.

25 de abril sempre
No Porto, as comemorações do aniversário da revolução de abril começam logo na noite de 24, na Avenida dos Aliados, com um concerto da rapper Capicua, a partir das 22h00, seguido de uma atuação do Coral de Letras da Universidade do Porto. O dia culminará com um espetáculo de fogo de artifício às 00h00. A manhã do 25 de abril é dedicada ao público mais jovem, com a Praça de D. João I a acolher, a partir das 10h00 horas, um conjunto de atividades especialmente dedicadas às crianças, com jogos tradicionais, workshops e ateliê. Ao final da tarde, a música volta ao centro com um concerto de Magano, às 15h00, seguindo-se um momento de cante alentejano pelos Mineiros de Aljustrel.

Universidade do Porto no Palácio de Cristal
Nos próximos dias, o Palácio de Cristal recebe a mostra da Universidade do Porto, que dá a conhecer as mais recentes descobertas científicas e inovações tecnológicas e ajuda os mais novos a descobrir vocações no ensino superior. De 20 a 23 de abril, os visitantes podem experimentar o trabalho realizado pela instituição em áreas científicas tão distintas como a medicina ou as artes. A iniciativa envolve cerca de 300 professores, investigadores e estudantes. Quinta e sexta, das 10h00 às 19h00, sábado das 11h00 às 20h00 e domingo das 11h00 às 19h00.

Abril com leituras mil
Abril é um mês para se ler em todo o lado! A leitura vai invadir espaços e ambientes, desafiando todos os portugueses a sair à rua e participar no movimento. A iniciativa, que tem data marcada até dia 30 de abril, tem o calendário recheado de lançamentos e apresentações de livros, clubes de leitura, sessões de autógrafos, leituras públicas, workshops, exposições, intervenções artísticas, encenações, declamações, feiras de rua, horas de contos e tantas outras iniciativas. O objetivo é passa por promover a literatura e os hábitos de leitura dos portugueses. Veja toda a programação no site Ler em Todo o Lado.

Um ano de Casa da Memória
A Casa da Memória de Guimarães (CDMG) comemora um ano de existência. Para o celebrar, criou um programa de visitas especiais e temáticas, conversas e oficinas para crianças, que convidam a visitar a Casa e conhecer e reconhecer a cidade e o concelho de Guimarães. Logo no sábado, dia 22 de abril, às 16h30, há a inauguração do Repositório da Casa da Memória com a Coleção de Fotografia da Muralha, Associação de Guimarães para a Defesa do Património. Mas o programa das festas estende-se até ao dia 25 abril.

Fotografia de viagem de António Sá
No sábado, 22 de abril a galeria Manifesto, em Matosinhos, inaugura a exposição de António Sá, um dos pioneiros da fotografia de viagem em Portugal. A mostra revisita 22 anos de carreira em 22 fotografias, em que cada imagem conta uma história própria, com personagens, cenários e contextos culturais únicos. O fotojornalista visitou 20 países em 4 continentes.

“Nowhere”de Marino Formenti
Até 29 de abril, uma casa temporária de cortiça, projetada por Ricardo Jacinto, está instalada no anfiteatro ao ar livre da Fundação Calouste Gulbenkian e recebe o pianista italiano Marino Formenti para a performance “Nowhere”. Aqui o músico senta-se ao piano, toca, dorme, come e vive. Diariamente, entre as 10h00 e as 20h00, o público é convidado a entrar e sair livremente, a voltar, a ouvir música ao vivo, num reportório que abarca John Cage, Morton Feldman, Erik Satie, Brian Ero, Jean-Henri d’Anglebert, Gaspard le Roux ou Bjork, entre o barroco e o contemporâneo, numa performance/concerto no âmbito da BoCA – Biennial of Contemporary Arts. Com streaming 24h/dia, a partir do site da BoCA, a performance/concerto “Nowhere” pode ser acompanhada à distância desde o primeiro dia.

Linda Martini em concerto
Este sábado há concerto gratuito nos Armazéns do Chiado. Às 18h00 os Linda Martini sobem ao palco e animam a tarde dos fãs, no dia em que se celebra o Record Store Day. O concerto termina com uma sessão de autógrafos na FNAC Chiado, onde é lançado também um vinil colorido, com duas músicas inéditas da banda em formato físico: “Dez Tostões” e “Era Uma Vez O Corpo Humano”.

Porto Belo celebra a música independente
A 22 de abril comemora-se internacionalmente o Record Store Day, efeméride que celebra a cultura das lojas de discos independentes. O Mercado Porto Belo vai juntar-se à festa, não só com as suas bancas de vinis mas também com concertos durante a tarde dos “Homem em Catarse (16h30), “Criatura Azul (17h20) e “Ana One Man Band (18h10). Além dos discos, o mercado apresentará, como acontece todas as semanas, vendedores de produtos artesanais e biológicos, livros, roupa vintage, antiguidades, entre outras ofertas. como sempre o evento acontecerá na Praça Carlos Alberto, no Porto.

Noronha da Costa celebra 50 anos de pintura
A Casa-Museu Medeiros e Almeida, em Lisboa, acolhe, até dia 22 de abril, uma exposição antológica do pintor Noronha da Costa, figura de referência no universo das artes plásticas em Portugal, desde finais dos anos 60. “Isto não é só um écran - NORONHA DA COSTA – 50 anos de pintura (1967-2017)” tem como objetivo a comemoração dos 50 anos de atividade do artista. A maioria das peças, referentes a diversos períodos, é da coleção pessoal de Noronha da Costa e estará patente na Galeria de Exposições Temporárias, ficando a fase atual do pintor integrada no espaço da coleção da Casa-Museu. A entrada é gratuita apenas na Galeria de Exposições Temporárias.

Dias com energia
Todos os sábados de manhã, nos Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, há aulas de pilates (das 09h00 às 10h00), yoga (das 10h00 às 11h00) e tai chi (11h00 às 12h00), com acesso livre para toda a população. Nos dias em que se registem condições climáticas desfavoráveis para a prática destas modalidades, as aulas mudam-se para o ginásio do Pavilhão Rosa Mota, também localizado no interior dos jardins. Comece o fim de semana com energia e em boa forma.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!