Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Festival Internacional do Ouriço-do-mar: Sabores endógenos na Ericeira

  • 333

Jorge Simão

Entre os dias 31 de março e 9 de abril a Ericeira celebra o 3º Festival Internacional do Ouriço-do-mar. Além de receitas especiais, o evento conta com a presença de chefes nacionais e internacionais, jornadas técnicas e sessões de showcooking.

Depois do sucesso registado nas edições anteriores, o Festival do Ouriço-do-mar volta à Ericeira entre os dias 31 de março e 9 de abril com uma mostra gastronómica presente em 24 restaurantes aderentes e onde o ouriço-do-mar assume um destaque especial, tanto com a reinvenção de receitas como na sua forma mais simples: ao natural.

A participar no evento estão os restaurantes 7 Praias na Baleia, A Brasa na Gruta, A Canastra, A Tasquinha, Esplanada das Furnas, Funky, Golfinho Azul, Mar à Vista, Marisqueira Brisa, Marisqueira César, Marisqueira Furnas, O Vigarista, Prim, Retiro da Bela Sombra, Ribeira d’Ilhas Surf Restaurant & Bar, Restaurante Dom Carlos, Restaurante Sul, Sushi Drinks Club, Ti Matilde, Tik Tak, Toca do Caboz, Uni Sushi e Viveiros do Atlântico.

Sendo a inovação ao serviço do paladar a grande premissa deste evento, o festival conta ainda com a presença de vários chefes nacionais e internacionais de renome, que vão brindar os visitantes com as suas experiências mais arrojadas e saborosas envolvendo o ouriço-do-mar nas sessões de showcooking que acontecem nos sábados 1 e 8 de abril no Mercado Municipal da Ericeira. António Alexandre, chefe do projeto Endógenos que promove e valoriza o ouriço-do-mar da Ericeira desde 2013, e os internacionais, chefe Justin Jennings (Austrália) e chefe Roberto Sihuay (Perú) são algumas das estrelas da gastronomia já confirmadas.

Para além da vertente gastronómica, a valorização do ouriço-do-mar enquanto espécie endógena desta região, a sua contribuição para potenciar o turismo e os projetos de investigação científica em torno da espécie dão o mote para as Jornadas Técnicas, com diversas atividades a decorrer, a partir do dia 1 de abril, na Casa da Cultura Jaime Lobo e Silva, localizada no centro da vila da Ericeira. As jornadas pretendem dar ainda especial atenção a temas como o repovoamento desta espécie marinha, a necessidade de ser criado mais conhecimento científico e de assegurar a sua difusão junto de mariscadores e pescadores, bem como a apresentação dos projetos candidatos ao Mar 2020: Ouriceira Mar e Aqua.

A Ericeira é ainda uma das zonas costeiras de Portugal onde as condições são mais favoráveis ao desenvolvimento do ouriço-do-mar. Por essa razão, e dada a forte tradição desta vila piscatória na apanha do ouriço-do-mar, a mesma era antigamente denominada de Ouriceira.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!