Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Os Gazeteiros: Um dos segredos mais bem guardados de Lisboa

  • 333

Não é raro um jornalista que escreve sobre as coisas boas da vida ser acusado de “estragar” algumas das pérolas gastronómicas do país. Temos todos, jornalistas e os outros, a mania de que sabemos sempre onde se come a melhor sopa de peixe, os melhores secretos de porco e o melhor pudim de ovos… e ao mesmo tempo somos todos uma cambada de egoístas que se fecham em copas qundo é para partilhar este ou aquele sítio com os amigos. Porque há sítios que se querem assim, genuínos e alheios à confusão. Sítios para onde um telefonema às 20h30 num dia de semana ainda garante mesa para daí a meia hora.

É o que acontece com o restaurante Os Gazeteiros, uma casa pequena de 20 lugares na Rua das Escolas Gerais, que apesar de estar no epicentro da movida turística, tem conseguido manter-se afastado dos holofotes dos jornalistas e, talvez por isso, ainda se possa dizer que é um dos segredos mais bem gaurados de Lisboa - deixá-lo-a de ser no fim desta prosa, e desculpamo-nos desde já por isso aos que, como nós, gostam de lá ir acabar a semana com um jantar faustoso e bem regado. Os outros, os que ainda não sabiam que existia em Lisboa uma cozinha tão franca como esta, não têm de quê. Estamos cá para isto, afinal somos “estragadores” profissionais.

N’Os Gazeteiros não há ementa definida, os pratos são preparados de acordo com o que o chefe David Eyguesier encontra diariamente no mercado. Chamam-lhe um menu “farm to table” mas para David, alheio a tendências e definições oficiais, a cozinha só faz sentido quando tem como matéria-prima produtos sazonais, biológicos e de origem conhecida. A carta do dia é afixada na parede e dela constam sempre quatro pratos e duas sobremesas (€28 por pessoa). Desses, pode acontecer que apenas um inclua proteína animal, mas há dias em que podem ser dois e já aconteceu não haver nenhum.

E nem sequer vale a pena torcer já o nariz e dizer já que “é mais um restaurante da moda com comidinha saudável” que deitamos já isso por terra. O rigor da cozinha que é praticada n’Os Gazeteiros, que está visível aos olhos de todos, havendo apenas uma bancada que separa a sala de jantar do sítio onde acontece a magia, traduz-se numa refeição perfeitamente equilibrada, sem enfartamentos brutos, sem fomes súbitas que atacam 20 minutos de depois e com uma sensação de satisfação rara de encontrar por estes dias… e por este preço.
Para acompanhar, uma carta de vinhos portugueses e franceses, também eles naturais e biológicos e com sugestões a copo.

A partir das próximas semanas, o restaurante vai abrir durante todo o dia com petiscos e vinhos, tudo preparado no momento e sempre com a regra de se utilizar nas confeção apenas o que estiver disponível no dia.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!