Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

TOPO Belém: que bem sabe olhar o Tejo

  • 333

Abriu em novembro, mas o sol dos últimos dias, foi como o canto de uma Tágide. No terraço, já apetece olhar o rio, enquanto no interior os pratos de conforto da estação, ajudam a aquecer as noites

O projeto TOPO é mais um caso de sucesso que o advento do turismo ajudou a cimentar. Localizações estratégicas e bom ambiente cativaram nacionais e estrangeiros, justificando a aposta. Primeiro foi o TOPO Martim Moniz, “numa vertente de multiculturalidade pelo enquadramento do bairro onde se localiza”, depois o TOPO Chiado, com um enquadramento histórico dos terraços do Carmo, e agora o TOPO Belém que, inserido no Centro Cultural de Belém, “apela à cultura e à arte”. As explicações ajudam a perceber a ambição do projeto e o cuidado revelado neste novo espaço, mais sóbrio, elegante e sofisticado. Os próprios promotores assumem que este é “um espaço de restauração de elevada qualidade e um nível de confeção de maior requinte, com cocktails quase todos originais preparados pelos seus bartenders de maior experiência e uma seleção de vinhos para harmonizar com os pratos”.

Em comum, o facto de, tal como os “irmãos” mais novos, o TOPO Belém (CCB - Fundação Centro Cultural de Lisboa, Praça do Império, Lisboa. Tel. 213 010 524) também estar localizado no topo de um edifício. E, já agora, que não é favor de afirmar, com um terraço (varanda) com uma vista desafogada e tentadora para o Tejo, para o Padrão dos Descobrimentos e, um pouco mais longe, para a Ponte 25 de Abril.

É neste espaço (30 lugares), com o rio como cenário, que o sol dos últimos dias tem aquecido muitos corpos e almas, seja com um dos muitos cocktails da casa, seja com os diversos petiscos, que preenchem a ementa diurna (das 12h00 às 19h00) do restaurante, que também é bar, ainda que um pouco mais comedido em euforias do que os outros TOPO. Enquanto a cozinha do restaurante se apoia na matriz portuguesa, por aqui, sugerem-se cocktails do mundo, do americano “Dead Men Tell no Tales” ao asiático, mas hollywoodesco no nome, “Obi Wan”. A defender Portugal apresenta-se, bem a propósito, o “Velho do Restelo”, preparado com aguardente Mavém, Licor 43, framboesa e goma de canela.

Na antiga cafetaria do Centro Cultural de Belém pode optar pelo menu executivo (€12,50), com direito a prato, sobremesa e comida. Explique-se que a oferta vai rodando diariamente a partir da carta em vigor. A alternativa, durante o dia, é escolher e partilhar os petiscos de inspiração nacional, como Croquete de carnes do cozido (€2,50), Massa tenra de alheira e couve (€2,50), ou o inusitado, mas apetecível, Pastel de bacalhau com molho de arroz de feijão (€5/2 unidades). Com mais substancia, encontra “O nosso prego do lombo DOP” (€9), À Brás de bacalhau (€16) ou ainda Naco do lombo (180 gr.) com molho à TOPO, batata frita e legumes (€20).

Aos fins de semana e aos jantares, o TOPO Belém reforça a oferta de comidas, aumentando também a exigência do chefe Ricardo Benedito, com a sua equipa que trabalha numa cozinha aberta para os 70 lugares da sala. Com a ementa de inverno em vigor, chegam à mesa, entradas como Aveludado de castanha e perdiz (€4,50), suave e reconfortante, e os viciantes Peixinhos da terra (cogumelos) e maionese de algas (€6). Nos peixes, opções seguras são o Lombo de bacalhau, grão-de-bico e couve portuguesa (€20) e, para duas pessoas, o Arroz de garoupa, mariscos e bivalves (€36). Para opções terrenas e invernosas sugere-se Cabrito, batata e o seu arroz de miúdos (€25) e Arroz de javali, castanhas piladas e cogumelos (€18). Para duas pessoas, uma boa aposta é o Chuleton “Carnis”, batata frita e legumes (€49). A carta de vinhos tem a seu favor a aposta em referências menos óbvias e os bons preços praticados, além de uma oferta a copo que ultrapassa as duas dezenas de rótulos. Existem ainda diversas Magnum, que merecem um bom grupo à mesa.

O TOPO Belém funciona de domingo a quinta-feira, das 12h00 às 00h00, e sexta-feira e sábado, das 12h00 às 02h00.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!