Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

José Avillez é “o melhor cozinheiro do ano” a nível mundial

  • 333

É com “muita satisfação que recebo o Grand Prix de L’Art de la Cuisine e me junto a um grupo de chefs, onde encontro tantas das minhas referências”, diz José Avillez, minutos depois de ter conquistado um dos mais importantes prémios de gastronomia internacional. O chef português foi galardoado com o prémio internacional Grand Prix de l’Art de la Cuisine, que premeia “o melhor cozinheiro do ano”, e que é atribuído pela Academia Internacional de Gastronomia.

“Agradeço à Academia Internacional de Gastronomia esta distinção. Temos trabalhado com o objetivo de promover a gastronomia Portuguesa no mundo e este prémio é um importante reconhecimento do caminho feito. Certamente ajudará a dar ainda mais visibilidade à cozinha Portuguesa”, afirmou José Avillez, sensibilizado com a atribuição deste prémio, por muitos considerado um dos mais importantes na área da gastronomia.

José Avillez junta-se assim a um grupo restrito dos melhores chefes do mundo, do qual fazem parte nomes como Alex Atala, chefe do restaurante DOM, em São Paulo, Joan Roca, Alain Ducasse ou Heston Blumenthal.

Para José Bento dos Santos, vice-presidente da Academia Internacional de Gastronomia, o prémio hoje atribuído a José Avillez “é o maior reconhecimento que se pode obter a nível internacional”. Mas convém salientar que “isto não aconteceu hoje, vem sendo construído ao longo dos últimos 15 anos”. O Grand Prix de L’Art de la Cuisine é, continua Bento dos Santos, “uma grande pressão para uma terceira estrela Michelin”. José Avillez foi proposto pelas academias nacionais de gastronomia de Portugal e Espanha.

José Avillez foi o primeiro chefe português a ser distinguido com duas estrelas Michelin no restaurante Belcanto em Lisboa. Garfo de Platina e Chefe do Ano em 2013 para o guia Boa Cama Boa Mesa, é ainda o responsável pelo restaurantes Beco, Mini Bar ou Bairro do Avillez, e ainda pelo Cantinho do Avillez, em Lisboa e no Porto.



Na atribuição de prémios desta segunda feira foram ainda distinguidos o chefe Pedro Pena Bastos, com o galardão Chef de l’Avenir, bem como Gabriela Marques do restaurante Varanda do Ritz, do Ritz Four Seasons Hotel Lisboa que conquistou o troféu Prix au Sommelier. George Mendes foi distinguido com o Prémio de Literatura Gastronómica por causa do livro My Portugal. Leonardo Pereira, que passou pelo NOMA na Dinamarca e pelo restaurante Areias do Seixo em Torres Vedras, nos arredores de Lisboa, ganhou o Prémio Multimédia pelo programa de televisão Chef de Raiz no canal de cabo 24Kitchen.