Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Vindimas: Dez restaurantes a não perder no Douro

  • 333

Entre as vinhas e o rio percorre-se uma rota que se orgulha da riqueza gastronómica da região. À mesa, a tradição continua a ser o que sempre foi mas já não é de hoje que as margens do Douro têm vindo a abrir portas à cozinha de autor

Ljubomir é o inquilino mais recente, mas há outras novidades para descobrir. Delicie-se com paisagens de cortar a respiração, na companhia de boa comida e ótimos vinhos.

Terroir by Ljubomir Stanisic
Tem só até ao final do verão para experimentar a mais recente aventura gastronómica do chefe do momento. O Terroir, o restaurante sazonal do Six Senses Douro Valley assume-se sazonal, tanto quanto a ementa que propõe, apostada em sabores frescos e da terra, quase todos com origem no jardim orgânico do hotel. Refeições saudáveis e sustentáveis, equilibradas com as ocasionais tentações e que chegam à mesa na forma de, por exemplo, um caril de Madras, na salada de abacate com queijo de cabra, aromáticas e pinhões ou, na categoria de doces pecados, num original cheesecake salgado de queijo fresco e tomate coração de boi. A par do meu, também a garrafeira se dedica aos vinhos premium orgânicos e biodinâmicos que se conjugam harmoniosamente com os sabores naturais, para uma experiência gastronómica de excelência, que fica completa com a panorâmica rasgada para o Douro vinhateiro. Preço médio: €18
Quinta Vale de Abrão, Samodães, Lamego. Tel. 254 660 600

Cozinha da Clara
O novo restaurante Cozinha da Clara, que completa toda a já larga oferta de enoturismo da Quinta de la Rosa, é um espaço de homenagem. Ou melhor, de homenagens, já que aqui se presta tributo, em primeiro lugar a Claire Feuerheerd, avó da atual coproprietária, Sophia Bergqvist, em segundo às suas receitas e, em terceiro, ao Douro, na sua plenitude que, naturalmente, inclui história, cultura, paisagem e vinhos, muitos vinhos. Conhecedores da matriz gastronómica duriense, o chefe de cozinha, Pedro Cardoso, e o chefe de sala, Pedro Esteves estão apostados em servir uma “gastronomia de raiz portuguesa, privilegiando produtos locais e sazonais, mas complementada e sem esquecer a herança gastronómica da família, com pratos do receituário da avó Clara”. A saber: comece pela sopa de cebola com crocante de moira e siga para o polvo grelhado com migas de brócolos e molho de pimentos. Nas carnes, não deixe de provar o lombelo de porco com milhos transmontanos e ervilhas de quebrar. Termine com o parfait de leite-creme harmonizado com um Porto da Quinta de La Rosa. Preço médio: €30
Quinta de la Rosa, 215, Pinhão. Tel. 254 732 254

Conceitus Winery Restaurant
Com um Douro a perder de vista, na tranquilidade da quinta, no restaurante Conceitus Winery a ementa é pensada de acordo com o que a natureza oferece, defendendo a sazonalidade e origem local dos produtos. Sob o comando do chefe Rui Frutuoso, amante da região e dos seus sabores e tradições, tudo o que chega à mesa é elaborado em perfeita harmonia com os vinhos da propriedade. Há dois menus diários que variam de acordo com a inspiração na cozinha, e ainda opções infantis, veganas e sem glúten. Merece especial atenção a carta de vinhos, com boas e variadas sugestões a copo. No verão, o terraço, com uma vista arrebatadora, é obrigatório. Preço médio: €25
5085-222 Covas do Douro. Tel. 254 730 430

Castas e Pratos
É obrigatório passar por aqui. O restaurante Castas e Pratos, dotado do charme incomparável de estar situado num antigo barracão da estação de comboios de Peso da Régua, soube aproveitar o espaço de sobra para criar dois ambientes distintos, onde se homenageia a boa comida e o bom vinho: no piso de baixo, um muito completo wine bar e loja de vinhos, e no piso superior, uma sala de jantar de linhas modernas e muito confortável, onde as refeições se fazem à meia luz. Apesar da forte infuência regional, a carta viaja pelos quatro cantos do mundo para trazer à mesa iguarias que surpreendem pelo rigor na apresentação. Excelente serviço de vinho a copo. Preço médio: €35
Rua José Vasques Osório, Peso da Régua. Tel. 254 323 290

Cêpa Torta
Se ao almoço vencem as propostas mais simples, sempre com ingredientes regionais, no menu executivo, ao jantar, a vertente gourmet do restaurante Cêpa Torta ganha lugar de destaque, com uma abordagem contemporânea à cozinha duriense a exercer protagonismo. Produtos de origem certificada dão origem a pratos que sabem unir a tradição e a modernidade: carne maronesa, cabrito assado, bochecha bísara, nas carnes. Nos peixes são boas escolhas o polvo à lagareiro e o bacalhau com broa. Localizado junto à Adega Cooperativa, é depositário de uma garrafeira eclética, com referências dos melhores vinhos regionais para acompanhar as refeições. Preço médio: €25
Rua Doutor José Bucelas da Cruz, Alijó. Tel. 259 950 177

Sus Douro
Inaugurado no final do ano passado, este restaurante quer levar algo de novo à região e destacar dois produtos que já fazem sucesso noutras paragens nacionais: o porco de raça bísara e o espumante. Estes são os reis da ementa do Sus Douro. Não é por acaso que das 200 referências da carta de vinhos cerca de metade seja espumantes (com a possibilidade de prova). Comece com uns espargos grelhados com presunto, mel e frutos secos e continue com o leitão, servido com uma salada de laranja. Em alternativa, pode optar pelo bacalhau com broa de Avintes, batata, presunto crocante e grelos salteados. A ligação com o restaurante Castas e Pratos sente-se no cuidado com que se trata o vinho, mas também nalgumas sobremesas. Preço médio: €25
Rua José Vasques Osório, Loja C1, Peso da Régua, Tel. 254 336 052

Rabelo
A bonita sala do restaurante evoca na decoração elementos essenciais da cultura vínica duriense, das vindimas aos próprios rabelos, as icónicas embarcações que transportavam o vinho para o Porto. A atmosfera, acolhedora e sofisticada do restaurante Rabelo, onde o requinte é nota predominante, bebe do ambiente que caracteriza o hotel. Um prazer que continua à mesa, onde são servidos pratos da cozinha tradicional portuguesa com uma apresentação cuidada e contemporânea. Bacalhau com puré de grão-de-bico, peito de pato com risotto do mesmo e bife à professor são boas opções. Experimente a tarte de abóbora com gelado de amêndoa. Preço médio: €35
The Vintage House Douro, Pinhão. Tel. 254 730 230

Cais da Villa
Na antiga estação ferroviária de Vila Real reside hoje um espaço que presta homenagem à região, que concilia a gastronomia regional e de autor com um wine bar com carta de petiscos. Num ambiente descontraído são servidos pratos como a alheira de caça panada com esparregado, ovo de codorniz estrelado, batata palha ou um carpaccio de vitelão, azeite trufado, queijo terrincho e pesto de beterraba. No Cais da Villa as verdadeiras especialidades são para ser comidas a dois. Com o joelho da porca assado e o costeletão grelhado de novilho maturado a 22 dias a ganharem destaque nas preferências. Preço médio: €35
Rua Monsenhor Jerónimo do Amaral, Estação de Comboios, Vila Real. Tel. 259 351 209

DOC
Rui Paula celebra uma década de DOC. Foi aqui, na margem do Douro que, em 2007, o chefe transmontano começou a mostrar que existiam novos caminhos para a gastronomia duriense, apoiada nos fantásticos produtos regionais e trabalhada com novas técnicas. Foi, na altura, um ato de coragem, mas hoje Rui Paula está no restrito clube das estrelas internacionais da restauração portuguesa. Poderia ter sido aqui, mas os caminhos foram outros. O DOC continua a ser marcante pela localização, pela decoração, pelos vinhos e, claro, pela comida. À carta ou através de um dos menus de degustação, viaje pelo Douro e pelos sabores reinterpretados de Trás-os-Montes. Preço médio: €55
Cais da Folgosa, EN 222, Folgosa do Douro. Tel. 254c858 123

The Wine House Restaurante, Quinta da Pacheca
A “sardinha”, com peixe marinado com citrinos e gengibre, sobre torradinha de pão de milho tradicional e puré de pimentos assados, é um prato vencedor no The Wine House Restaurante, e já revela uma combinação invulgar de sabores. Caso vá acompanhado(a), a opção é só uma: costeletão de vitela DOP maronesa grelhado com arroz malandrinho e morcela de sangue. O ambiente é requintado e a sala do restaurante um hino à memória das casas senhoriais do Douro. Preço médio: €25
Quinta da Pacheca, Cambres, Lamego. Tel. 254 331 229

(Texto publicado no Expresso Diário de 31/08/2017)

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!