Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Quem é amigo, quem é? É o Bastardo, com almoços a €10!

  • 333

Até ao final de setembro, o menu de almoço do restaurante do Internacional Design Hotel, em Lisboa, inclui saladas e pratos de arroz a troco de muito pouco. A boa notícia: não tem de almoçar a correr

Três anos passados desde a inauguração e ainda hoje não é fácil marcar mesa para jantar no restaurante Bastardo, no Internacional Design Hotel, instalado na rua mais pequena de Lisboa. “Ah, mas pode ir ao almoço que tem sempre menos gente”. Poder, pode mas não é a mesma coisa, dirá o leitor.

Os almoços continuam a ser o parente pobre das refeições, aquele desgraçado que anda sempre a toque de caixa e que se despacha facilmente com uma sandes de panado e um Sumol de ananás - ou uma sopa e uma empada, para não ofendermos o movimento anti-fritos. Tem-se fome porque, a meio do dia, o sol já vai alto e o dia longo, mas infelizmente o tempo de que se dispõe para atender tão básica necessidade é inversamente proporcional à vontade.

Haverá sempre os pratos do dia dos restaurantes perto do trabalho, as marmitas requentadas com os restos do jantar do dia anterior para safar a situação, mas está ainda para nascer quem regozije com qualquer uma destas opções.

Foi por isso, por saber que a pressa é inimiga da perfeição, que o chefe David Jesus decidiu revolucionar os almoços de verão do restaurante Bastardo. Para evitar a demora dos pedidos à carta - embora o restaurante tenha um menu dedicado aos almoços - e o desperdício causado diariamente na cozinha (um restaurante não é a casa dos pais, de onde se leva tupperware com o que sobrou), acrescentou à carta sete novos pratos que resolvem dois problemas de uma vez: por um lado, chegam à mesa num piscar de olhos, o que permite que a refeição seja apreciada com a calma possível quando se tem apenas uma hora para despachar o assunto e, por outro, soluciona o problema dos excedentes no frigorífico.

São sugestões rotativas e que dependem somente do que o chefe encontra de manhã na cozinha. Diariamente, entre segunda e sexta-feira e até ao final de setembro, há uma opção de salada e outra de arroz - a primeira para quem não abdica de refeições saudáveis, a segunda para calar de vez aquela fraqueza do meio do dia.

Salada de cuscuz e citrinos; Croquete de malandro de abóbora com salada de agrião e molho de sweet chili; Risoto de beterraba com atum; Salada de salmão, mozarela e tomate; Salada de feta, melancia e laranja; Arroz de caldeirada com atum braseado e Salada de carpaccio de polvo compõem o plantel da época de verão do Bastardo e apesar de não terem periodicidade fixa, oferecem a garantia de uma refeição substancial, tecnicamente muito criativa na confeção e a preço amigo: prato e limonada fresca da casa por €10.
Sobremesa e café são pagos à parte, mas já que está com tempo de sobra, não saia antes de experimentar o creme brûlée com sorbet de coco, chá verde e curd de limão (€8).

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!