Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Guilty: a irreverência de Olivier já chegou ao Algarve

  • 333

Afonso Castella

Depois de Lisboa, é a vez da antiga Kadok receber as propostas do mediático chefe. “Casual food with a twist” é a fórmula de sucesso que vai marcar o verão do sul do País

Todos os anos as noites de calor ficavam marcadas pelas festas “Summer Guilty”, na Praia da Falésia, organizadas por Olivier da Costa. A temperatura subia ainda mais nessas alturas em que o glamour, a inconformidade e ate o atrevimento começavam à hora do jantar e se prolongavam pela noite dentro. Dai até abrir um espaço em permanência no verão algarvio foi um passo. Na Discoteca Lick, onde um dia funcionou a Kadok, abriu esta semana o Guilty Algarve, e as noites a sul não vão voltar a ser iguais.

O novo restaurante de Olivier da Costa tem uma área de aproximadamente 400 metros quadrados e uma decoração marcadamente industrial, como que a prolongar a do restaurante Guilty Lisboa. Por ser um espaço de verão, pretendeu-se espalhar mais cor pelo espaço que conta com 120 lugares, esplanada e bar, onde pontifica um mural com cerca de 8 metros com personagens de banda desenhada.

A carta do Guilty Algarve mantém a filosofia “Casual food with twist”, característica de Olivier da Costa. E leva também os pratos que simbolizam a casa de Lisboa, como o “Desafio Super Guilty” que consiste em ser capas de comer um super hambúrguer com 500 gramas de carne e acompanhamentos, em apenas 60 minutos. Quem superar o desafio, não paga. Caso ultrapasse o tempo estipulado, custa €50.

Para propostas mais leves, a carta do Guilty Algarve começa com saladas frescas: Caprese (€12), Salmão (€16,50), Chevre Chaud (€16), Pappardelle (€16) e César do Frango (€16) ou Camarão (€18,50). Há ainda uma proposta Tropical (€18). As massas incluem a Pomodoro (€14), Carbonara (€15), Bolonhesa (€15) e Verdi (€15). Seria impossível que Olivier da Costa deixasse de fora a Mac Guilty and Cheese, com cotovelos, uma seleção especial de queijos gratinados, espinafres e cogumelos (€18).



Na carta do Guilty Algarve está também a “Guiltyzinha”, uma Pizza vinda diretamente do Porto para o forno de lenha da casa, com molho de tomate, mortadela, carne desfiada, seleção de queijos, ovo e molho especial de francesinha (€22). No resto dos propostas de Pizza há cinco pecados capitais como a Vaidade (€16), a Luxúria (€18), a Ira (€18), a Inveja (€15) e a Preguiça (€16). Pode optar ainda pelo Inferno (€15), ou por uma irreverente Pizza Japonesa (€18).

Termine a noite sendo “100% Guilty” com uma Pizza de Nutella com morangos (€11), Pana Cota (€7), Petit Gateau de Chocolate (€8) ou com um Crumble de Maça com gelado de baunilha (€7). Se as noites algarvias não vão voltar a ser iguais, com a abertura do Guilty Algarve (Estr. de Vilamoura, Boliqueime, Albufeira), todos os dias entre as 19h00 e as 04h00 da madrugada, em breve será a vez de Cascais e do Porto receberem a visita do chefe. Olivier da Costa prepara-se para levar o conceito Guilty de “Casual food with twist” a estas duas cidades.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!