Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Portugal vs Angola nos duelos gastronómicos do Bastardo

  • 333

Estão de volta os “combates” à mesa do restaurante do Internacional Design Hotel. O novo chefe do Restaurante Bastardo “desafia” a Casa de Angola, a associação de angolanos mais antiga de Portugal

Hoje é dia de estreias no Restaurante Bastardo, logo pela hora do jantar, quando se realiza pela primeira vez este ano mais um dos famosos duelos gastronómicos deste espaço em pleno Rossio, na baixa da cidade de Lisboa. Ao ringue, que é como quem diz à cozinha, sobem o novo chefe do Bastardo, David João a defender as cores nacionais, perdão, a cozinha nacional nestes combates e logo contra um adversário de peso. Do outro lado dos fogões, e pela primeira vez, um restaurante de gastronomia oriunda de África aceita o desafio.

Quase que se podia dizer: senhores leitores, façam as vossas apostas. O combate vai ser aguerrido com o chefe Paulo Soares a liderar os tachos angolanos, lado a lado com o chefe residente, David João. Há oito pratos para degustar, num total de quatro rounds, devidamente harmonizados com a “mítica” cerveja Cuca e onde não deverão faltar os ritmos de Angola, com a promessa de um pezinho de dança depois de jantar. E porque, afinal de contas, a noite é de celebração do país convidado, haverá ainda uma pequena banca com a venda de artesanato angolano.

Esta noite, pelo “ringue” do Restaurante Bastardo o “combate” começa com um “Croquete de abóbora, coentros e lima” contra “Camarão e Quiabo”. O Round 2 coloca de cada um dos lados das cordas a “Sopa de peixe e pevides” e o “Feijão de palma e banana”. No confronto entre “pesos pesados”, ou seja nos principais, o “Bacalhau à Zé do Pipo” vai “defrontar” a “Muamba de galinha”, acabando o duelo com o Round 4 que irá opor o “Pudim Abade de Priscos” à “Paracuca”. O ringue ilumina-se pelas 19h30, assistir ao primeiro combate gastronómico do ano tem um preço de €28 por pessoa.

No mês em que se assinala o Dia de África (25 de maio), uma data instituída em 1963 em defesa e emancipação do continente africano, torna-se mais do que oportuno que a cozinha da Casa de Angola se mude, ainda que só por uma noite, para o Internacional Design Hotel. Caberá ao chefe Paulo Soares liderar os tachos angolanos, lado a lado com o chefe residente, David João. Se o Restaurante Bastardo quase que dispensa apresentações, a Casa de Angola pode ser desconhecida apenas dos mais distraídos. Situada em Lisboa, é a associação de angolanos mais antiga de Portugal, tendo sido criada em 1971. Além de promover diversos eventos culturais, como exposições, lançamentos de livros ou show cases, tem um pequeno restaurante, que é quase um dos segredos mais bem guardados entre os puristas da comida angolana.

O Duelo Gastronómico entre Portugal e Angola começa às 19h30. O palco para o “combate” é o Restaurante Bastardo, no Internacional Design Hotel, na Rua da Betesga, 3, em Lisboa (Tel. 213 240 993).

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!