Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Cavalo Lusitano: Petiscos e partilha no Museu dos Coches

  • 333

Cavalo Lusitano

Mario Cerdeira

Ao fim do dia, a esplanada é perfeita para uma refeição ligeira, mas todas as horas são boas para descobrir, e dividir com amigos, as propostas criativas desta cozinha instalada no Museu dos Coches

O Jardim Afonso de Albuquerque, no coração de Belém em Lisboa, é um dos mais frescos, mais bonitos e cosmopolitas da cidade. Localizado mesmo em frente ao Palácio de Belém, morada do mais alto representante da Nação, recebe também um dos mais recentes museus da capital, o Museu Nacional dos Coches, da autoria do arquiteto Paulo Mendes da Rocha, que pensou o edifício para ser mais que um museu, uma infraestrutura urbana, que oferece espaço público à cidade.

No piso térreo do museu mais visitado do país nasceu recentemente o Restaurante Cavalo Lusitano, um espaço diferente, luminoso e ensolarado, pensado para proporcionar aos visitantes refeições tranquilas, vistas desafogadas e saudáveis refeições entre amigos. A carta, desenhada pelo chefe Alexis Gregório, foi criada para proporcionar refeições ligeiras ao final do dia, longos jantares de convívio e partilha e ainda almoços tranquilos com o sol como companhia.

A pensar nos dias quentes que começam a afirmar-se, a carta do Restaurante Cavalo Lusitano sugere um aromático “Creme da Coroa” (€2,50), um creme aveludado de batata doce guarnecido com bacon tostado com perfume de erva doce, ou uma sempre fresca salada “Fétone de Vegetais e Queijo” (€7,95) com Queijo fresco, miolo de noz, quinoa, manga, vinagreta de balsâmico e mel, ou a “Infante D. António” (€7,95), preparada com Carpaccio de novilho com molho de mostarda dijon e mel, rúcula, lascas de queijo da ilha e nozes. A “Carruagem de Gala” (€8,95) leva atum fresco panado em sésamo braseado, seleção de folhas, tomate cherry e algas wakame.

Sob o signo da partilha, Alexis Gregório apresenta na carta uma secção a que chamou “Petiscos Lusitanos”, propondo para dividir uma “Tábua Seleção de Queijos Nacionais” (€12,85), outra “Tábua de Enchidos Regionais” (€12,85) e uma mistura das duas pelo mesmo preço para apetites variados. Fazendo homenagem à tradição conserveira nacional, apresenta também uma seleção de “Conservas Nacionais”, guarnecidas com Azeite e Ervas (€5,35).

As “Berlindas” (€5,85) são outra das propostas do Restaurante Cavalo Lusitano e consistem na degustação de mini sanduíches nacionais, com presunto, salmão, bacalhau, lombo de porco e roast beef, sempre acompanhadas com chutney de ananás e maionese de maracujá. Já os “Saloinhos” (€5,85) são Scones de chouriço, bacalhau, torresmos, queijo de Nisa, orégãos e azeitonas pretas e perfeitos para uma refeição ligeira, bem como as “Saladinhas” (€4,75), de Polvo, de Bacalhau com Grão, de Atum Fumado com Feijão.

Para refeições mais consistentes, a carta do Restaurante Cavalo Lusitano apresenta “Lombinhos de Bacalhau Confitado acompanhado de Grelos salteados e Batata a Murro com Azeite de Ervas” (€10,40), “Bochechas de Porco com Puré de Batata, Espinafres e Molho de Vinho Tinto”, (€10,40) e um “Ravioli de Abóbora com Molho de Tomate e Queijo da Ilha” (€7,80). Os mais novos podem contar com uma “Lasanha “al Forno” (€7,80).

Termine de forma doce com uma “Cadeirinha da Madalena” (€3,75), que junta uma mousse de Chocolate e Vinho do Porto, Compota de Frutos Vermelhos, Bolacha Digestiva e Flor de sal com Vinho do Porto ou então com um “Cavalo Lusitano” (€3,75) feito de Palitos de Champanhe, café, Amarguinha, leite condensado e natas.

O Restaurante Cavalo Lusitano, na Praça Afonso de AlbuquerqueMuseu Nacional dos Coches, em Lisboa, (Tel. 210 135 167), tem uma vasta oferta de vinho a copo, uma completa carta de cocktails e gin nacionais e ainda deliciosas e refrescantes sangrias. Funciona todos os dias, entre as 8h00 e as 20h00.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!