Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Achas na Fogueira: Atiçar as brasas da cozinha de fusão

  • 333

Na brasa: É esta a forma natural de cozinhar no restaurante que alia a confeção aparentemente simples a conjugações inesperadas e elegantes.

Em pleno centro da cidade, numa zona em que se sucedem espaços da moda, entre restaurantes e bares, o restaurante Achas na Fogueira quer viajar até à tranquilidade da cozinha de aldeia, feita à lareira.

É por isso a lenha a fonte de inspiração do espaço embora nada disso seja explícito na sala sóbria e urbana que ostenta.

A ideia do Achas na Fogueira (Rua José Falcão, 183, Porto. Tel: 220 966 185) é remeter para a uma cozinha de memórias, com aromas e sabores envoltos pelo fumo da lareira, mas a imagem rústica e antiga só chega aos sentidos pelo olfato e paladar, já que à visão salta a vista a imagem muito contemporânea do espaço, sóbrio e escuro.

Aqui cruzam-se as inspirações de três nacionalidades e formas de ver o mundo e a cozinha: o chefe português Ricardo Lourenço, o argelino Younes Aouidat, que tem a poucos metros o Sins Sandwich, há 26 dos seus 46 anos a viver em Portugal e o francês Pierre-Henri Tamet.

Do forno a lenha, que usa seis tipos diferentes de madeira, a concederem aromas diferentes aos alimentos, saem peixes, carnes e legumes da carta fixa e variações criativas que testam novas combinações semanalmente, nos menus de almoço.

À mesa sente-se a fusão de influências e sabores, entre a tradição lusa, o exotismo argelino e a elegância da mesa francesa. Ovo mollet com puré de bróculos (€7), Ravioli de lagostim (€11) ou Burrata (€7,80) servem de entrada a uma refeição de grelhados ou assados pouco comuns.

Do peixe nas achas destaca-se o Tamboril em Tornedó e puré de ervilhas (€17,50); o Lombo de bacalhau fresco em baixa temperatura (€16) ou Filete de salmonete com espargos e legumes (€18). Nas achas, a carne ganha a forma e o gosto de Pintada com dupla textura de foie gras e legumes (€18,50); Naco de vazia com marmelada de legumes (€16) ou Lebre com puré (€18).

Knepfl com brunoise de cogumelos e legumes (€12) e Legumes salteados com puré de couve flor (€11) são as opções vegetarianas.

Nas sobremesas ganham a Banana flambé com especiarias asiáticas e gelado de baunilha (€8) e o Tiramisú de lima e chá verde (€6,50).

Durante a semana, ao almoço, o menu (€10) sugere uma de três entradas e um de três pratos principais entre as opções vegetariana, peixe e carne), água e café. Um copo de vinho custa €2,90 e a sobremesa da semana €3.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!