Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Restaurante Duas de Letra: Descontraído, cosmopolita e de portas abertas à arte

  • 333

O banco corrido à porta, situado debaixo da placa de madeira onde se lê “Duas de Letra”, dá-nos a primeira dica. Entre petiscos e bebericos, aqui é para vir e ficar: ao pequeno-almoço, almoço, jantar ou ceia.

As madeiras, os livros nas estantes, os rasgos de luz, as plantas ou as pequenas cestinhas distribuídas pelas mesas, com peças de Lego lá dentro, dão-nos a segunda dica. Tal como o nome indica, chegámos ao sítio certo para estar como em casa e dar… duas de letra (que em bom portuense significa ter uma conversa trivial) e petiscar. Situado num prédio oitocentista, mesmo em frente ao Jardim de São Lázaro (o mais antigo do Porto) o Duas de Letra (Passeio de São Lazaro, 48, Porto. Tel. 225 360 333) é restaurante, é galeria de arte com exposições mensais e tem um acolhedor pátio de inverno. Tudo isto dividido entre dois andares e um pátio exterior.

Assentou arraiais, timidamente, em 2012, quando se tornava visível o processo de revitalização da Baixa do Porto. Na altura a concorrência era escassa, e ia pouco além dos comércios tradicionais, nesta zona então frequentada, principalmente, por moradores e alunos e professores da Faculdade das Belas Artes. A (alta) frequência da cidade trouxe consigo mais concorrentes e, ao contrário do que se poderia pensar, o negócio também melhorou, porque “uma andorinha não faz a primavera”, como afirma Rodrigo Azevedo um dos sócios, que juntamente a Inês Coutinho, João Carvalho e Ana Janeiro (na cozinha) conduzem este multifacetado restaurante-cafetaria.

Com uma cozinha veggie friendly, um dos grandes sucessos da casa são os montados: fatias de pão (sempre transmontano) com vários ingredientes. Como é o caso do Pão montado de tomate (€3,25), com manteiga de alho, vinagrete, orégãos e pimento, com queijo gratinado ou o Pão montado de salmão (€5,50) com mostarda antiga, alface, pepino e pickle. O Veggieburger (€6) ou o Hambúrguer (€6,50), com carne alentejana (DOP), ambos em pão transmontano, são outra alternativa para quem quer uma refeição mais ligeira.

O sumo da casa de maçã e cenoura (€1,80) é outra das referências do “Duas…”, tal como as 12 variedades de infusões em folha (€1,50 por pessoa). Já o refresco de groselha (€1) promete uma bela viagem à infância, assim como o refresco de maracujá (€1), uma rápida viagem, num gole, aos Açores. Os vinhos da carta são do Douro e também servidos a copo (entre €1,80 e €3,25).

Tanto ao almoço (€6 euros) como ao jantar (€8 euros) há menus que incluem dois pratos à escolha, sopa, pão, patê e bebida. Ao jantar e às segundas~feiras ao almoço a oferta é apenas vegetariana. Nos restantes dias (ao almoço) há prato de carne ou peixe à escolha. Um conselho: se quer provar algo da carta, evite o “Duas de Letra” entre as 12h30 e as 15h30 dos dias de semana. Quando a afluência para almoços é muita, por vezes, só são servidos menus.

Para além da oferta gastronómica e das exposições mensais do primeiro andar, no espaço, é frequente a organização de alguns eventos e workshops. Para o próximo sábado, dia 28 de janeiro, entre as 10h00 e as 00h00 está marcada a Maratona Filosófica, onde se preveem 14 horas de Diálogo Filosófico, sem parar.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!