Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Amândio Restaurante: Chegou a época do “bichinho feio”

  • 333

Lampreia

Em Caminha, o Amândio é um dos grandes embaixadores da arte de bem servir o “bichinho feio” ou a “flauta de sete olhos”, duas das formas de anunciar que a época da lampreia já começou.

Razão para romarias, a lampreia, no prato, tem fiéis seguidores de norte a sul de Portugal. A nova época já começou e o Minho é a região de excelência para os apreciadores do chamado “bichinho feio”. Amada ou adiada, a verdade é que a lampreia, em arroz ou à bordalesa é uma das grandes bandeiras da gastronomia portuguesa. Em Caminha, o Amândio Restaurante (Rua Direita, 129, Caminha. Tel. 258 921 177), liderado, com resiliência, poesia e orgulho por Amândio Rodrigues assume-se como um dos grandes embaixadores da arte de bem servir lampreia, por muitos também chamada de “flauta de sete olhos”. Pescada a dois passos, no rio Minho, a lampreia, este ano mais rara, devido à falta de chuva – explica o Sr. Amândio – é servida no restaurante em arroz ou à bordalesa, por €70. Explique-se que, em média, uma lampreia satisfaz quatro pessoas. Conte, por isso, com este verdadeiro pitéu até ao mês de março.

Para além da lampreia, que só por si e nesta época justifica a visita, a carta do Amândio Restaurante divide-se em sugestões do “mar” e do “prado”, destacando-se, nestas duas abordagens, pratos como o Arroz de robalo à Tio Maçarico (€20) e o Naco de carne Barrosã grelhada com batata e legumes (€19).

Por encomenda, existem outras opções de encher os olhos e a barriga: Robalo no pão (€25) e Feijoada de javali (€25). Conte ainda com um Menu de Degustação (€35) e mais de vinte entradinhas (das pataniscas às castanhas salteadas com chouriço) para entreter, até porque, como se exalta na carta: “Aprecie com alma, aprecie com calma!”

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!