Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Restaurante Il Gallo D’Oro: As novas estrelas de Benoît Sinthon

  • 333

Neve de Foie Gras

Henrique Seruca

A importante subida nos degraus Michelin coincide com a apresentação de uma nova carta, em que os produtos da Madeira são as grandes estrelas do trabalho de excelência do chefe Benoît Sinthon.

Não há na ilha da Madeira restaurante mais premiado. E, (boas) razões não faltam para elogiar o trabalho realizado por Benoît Sinthon à frente do Il Gallo D’Oro, o principal espaço gastronómico do hotel The Cliff Bay, localizado no Funchal. Galardoado com um Garfo de Ouro, pela edição 2016 do guia Boa Cama Boa Mesa, recentemente, o Il Gallo D’Oro foi também distinguido, pela primeira vez, com duas estrelas Michelin.

“A cada ano que passa a carta do mais premiado restaurante madeirense assume-se como mais ousada, mais atrevida, mas ao mesmo tempo, mais cheia de sabores regionais trabalhados de forma única e exemplar. Com o tempo, este chefe já madeirense de coração, chama seus os produtos insulares, apresentando-os de forma deslumbrante, com cada carta a conseguir surpreender em relação à anterior. Naturalmente que o palco onde a magia acontece também tem interferência. A sala é luxuosa e a vista que entra pelas janelas do frondoso jardim ajudam a compor o cenário, bem como serviço exemplar e discreto”, pode ler-se no guia Boa Cama Boa Mesa.

Com uma carta renovada quatro vezes por ano, chegou a vez de conhecer as propostas do chefe francês, nascido em Marselha, para o outono ameno do Funchal, com os produtos regionais a funcionarem como estrelas nesta nova temporada gastronómica. Antes de conhecer a nova carta, refira-se que o Il Gallo D’Oro apenas serve ao jantar e que a melhor forma de conhecer o trabalho do chefe é através de um dos três menus disponíveis: Top Experience, com seis pratos (€165, com possibilidade de harmonização de vinhos por mais €73), All Times Greatest Flavours, com cinco pratos (€130) e que percorre as melhores criações de Benoît desde 2012, e The Signature Menu, com quatro pratos (€105).

Nesta nova carta promete-se uma “viagem pela cozinha sensorial, de evolução, de aromas, inspirado no mercado, no Oceano Atlântico e na Ilha da Madeira”, destacando-se, nas entradas, “Lagostim XL”, com cuscus de couve-flor e manga, maçã Granny Smith e wasabi (€31) e “Bola d’Oro”, composta por falsa cereja, tártaro de peixe e lulas da ilha (€44,50). Referência ainda para uma brincadeira de temporada: “Memórias do Halloween” (€34,50), na verdade, um risotto de abóbora e trufas da estação.

Nos peixes, a nova carta do Il Gallo D’Oro, além da aposta no Peixe de costa (dependente da oferta do mar), com tentação de legumes da horta, creme de lentilhas e beluga (€43,50), sugere “Carabineiro Português” (€54,50), com papa de milho e creme agrião, lima kaffir com fava tonka. Já nas carnes, o destaque de época vai para o “Leitão, com sabores natalícios e do pinheiro” (€44,50). Este espírito prolonga-se nas sobremesas, com “O Ramo de Pinho Mágico”, composto por cinco surpresas (€26), mas em alternativa, elogia-se a Madeira, com “Finger Tropical” (€15,50), preparado com creme Chiboust de maracujá, sorvete de chocolate Caramelia.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!