Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Restaurante Varanda de Lisboa: Venha a nós a vossa caça

  • 333

Varanda de Lisboa

Enrique Diaz

De 8 a 27 de novembro, o restaurante localizado no topo do Hotel Mundial, em Lisboa, apresenta o seu já tradicional menu dedicado à caça. Em breve, vai também estar disponível, para provas e visitas, a nova cave de vinhos.

Já faz parte do calendário anual do restaurante Varanda de Lisboa (Praça Martim Moniz, 2, Lisboa. Tel. 218 842 000), no topo do Hotel Mundial. De hoje, dia 8, até 27 de novembro, a caça é celebrada com um menu especial, que acrescenta oferta à carta do restaurante.

A sala, clássica, e com muitos apontamentos e histórias para contar, oferece uma vista única para Lisboa, com destaque para o Castelo de São Jorge. O classicismo estende-se ao atendimento, ao piano tocado ao vivo durante os jantares e a algumas propostas gastronómicas, como os pratos flamejados na sala e ao carrinho das sobremesas. Outro (quase) segredo é a cave de vinhos do Hotel Mundial, recentemente remodelada e modernizada, que guarda diversos tesouros e que em breve vai estar disponível para visitas e provas.

Os menus temáticos há muito que fazem parte do calendário do restaurante Varanda de Lisboa, basta lembrar a sempre desejada época da lampreia. Até dia 27 deste mês, o menu Gastronomia de Caça, com apontamentos de outono, apresenta, nas entradas Empada de pato em cama de rúcula, com compota de figos e nozes, ou Creme de cogumelos com crocante de bacon. Nos pratos principais as opções são Perdiz glaceada com chutney de cebola roxa, cogumelos e puré de castanhas ou Lebre recheada com foie gras, feijão branco, toucinho fumado e espargos. As sobremesas, do menu Gastronomia de Caça são escolhidas a partir do já referido carrinho e variam de dia para dia. Servido ao almoço e ao jantar, este menu (amuse bouche, uma entrada, um prato e uma sobremesa) custa €30, por pessoa, e inclui ainda água, refrigerante e café, e vinho, branco ou tinto, “A Descoberta”, da Casa da Passarela. Um vinho com uma história que merece ser descoberta, para já, através deste link: A Descoberta.

Acrescente-se que, ao longo da temporada de caça, o menu vai ser objeto de evolução e de novas propostas (javali e veado, entre outros), que podem ser encontradas na oferta diária, através do menu executivo de almoço (€25), onde também já está disponível o famoso Cozido à Portuguesa (quinta-feira), do restaurante Varanda de Lisboa, liderado pelo chefe Carlos Queijo.

Na ementa de todos os dias do restaurante panorâmico do Hotel Mundial encontra diversos clássicos como Bacalhau no forno à Mundial (€21), Misto de peixes na cataplana (€23), Gambas flamejadas (€31), Chateaubriand com molho béarnaise (€49) e Tornedó de novilho à Varanda de Lisboa (€31). As sobremesas flamejadas são outra das imagens de marca deste restaurante, com destaque a Banana flambé com baunilha ou os Crepes Suzette (ambas a €10).

Dos tempos em que o Mundial era um dos mais procurados espaços da cidade, a cave de vinhos guardou diversos tesouros, disponíveis na carta de bebidas dos restaurantes e bares do hotel (também do “irmão” Portugal Boutique Hotel), com destaque para a colheita de 1965 de Barca Velha, para os Colares Visconde de Salreu, de 1933, e São Marcos Grande Reserva, de 1970. Todos estes vinhos, bem com muitos outros, entre Porto e Madeira, vão também estar disponíveis, em breve, na remodelada cave de vinhos, batizada de “Premium winehouse”, que além de visitas (18h00/22h00, exceto ao domingo), também vai realizar diversas provas e apresentações, que podem ser acompanhadas por queijos, enchidos e fumados. Uma última nota para os novos vinhos da “casa”, com o Hotel Mundial a realizar uma parceria com a Adega Mãe (vinhos de Lisboa), disponibilizando um branco e um tinto, rotulado de “Colheita Particular”, a partir da gama Dory.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!