Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Restaurante do dia: Tripas à moda do Porto na Casa Inês

  • 333
Tripas à moda do Porto
1 / 6

Tripas à moda do Porto

Restaurante Casa Inês
2 / 6

Restaurante Casa Inês

Tripas à moda do Porto
3 / 6

Tripas à moda do Porto

4 / 6

5 / 6

6 / 6

A ementa mantém-se fiel aos paladares mais tradicionais, sem sobressaltos. À terça-feira, as tripas destacam-se, entre os pratos do dia, servidas em doses generosas e a preços convidativos.



A ementa mantém-se fiel aos paladares mais tradicionais, sem sobressaltos. À terça-feira, as tripas destacam-se, entre os pratos do dia, servidas em doses generosas e a preços convidativos.

De ambiente familiar, rústico e bem-disposto, a Casa Inês fica numa rua escondida perto da estação de Campanhã. Inês Diniz, que cresceu entre tachos e panelas, e habituada à cozinha tradicional portuguesa na Casa Aleixo, apostou num projeto pessoal, que tem agarrado a fama entre os mais jovens e os mais sábios. A ementa não tem grandes sobressaltos ao longo do ano, mantendo-se fiel aos paladares mais tradicionais.

Ao longo da semana, desfilam pratos com dia certo, dos Filetes de polvo, bacalhau ou pescada, à Vitela assada com batatas e grelos, sem esquecer o Bacalhau à Gomes de Sá, o Cozido à Portuguesa e o Lombo de porco assado. Todos os pratos apresentam-se com o preço fixo de €11. Antes, nas entradas, outros clássicos da Casa Inês, esperam pela escolha do cliente: Bolinhos de bacalhau com feijão-frade, Bolinhas de alheira e as Sardinhas de escabeche.  

Como hoje é terça-feira, a sugestão do dia tem fiéis seguidores e apreciadores. Dá pelo nome de Tripas à moda do Porto. Pode optar pela meia dose, que quase chega para duas pessoas, por €11, ou pela “senhora” dose, por €22. Este é um prato que também é servido aos sábados e aos domingos. Para fechar o repasto, sugerem-se aletria e rabanadas. Não se vai arrepender!

Reza a história…

Reza a história que esta receita de Tripas à moda do Porto data de 1384, altura em que o povo do cidade disponibilizou toda a carne existente para a frota que partiu da Invicta em auxílio de Lisboa, cercada por D. João I de Castela. Outros, como o próprio site da Confraria Gastronómica das Tripas à Moda do Porto, fazem referência à contribuição da cidade para as expedições a Ceuta na época do Infante D. Henrique. Independentemente da origem, a verdade é que tendo ficado apenas com as tripas, as gentes do Porto logo trataram de criar um prato para aproveitar as “partes” sobrantes, que é como quem diz “os miudos do gado, as tripas, como vulgarmente se lhes chama, com que se cosinha o celebre prato culinario muito apreciado dos portuenses”, pode ler-se na revista O Tripeiro, de 1909. Explica Maria de Lourdes Modesto que a receita de Tripas à Moda do Porto tem como ingredientes: Tripas de vitela (compreendendo livros ou folhos, favos e a touca), mão de vitela, chouriço de carne, orelheira, toucinho entremeado ou presunto, salpicão, carne de cabeça de porco, frango ou meia galinha, feijão-manteiga, cenouras, cebolas grandes, banha, salsa, louro, sal e pimenta.

Restaurante Casa Inês
Rua de Miraflor, 20
Porto.
Tel. 225 106 988.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook!
*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.