Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Monverde Wine Experience: Um hotel pouco comum

  • 333

Hotel Monverde Wine Experience

Rupert Eden

Era o hotel que faltava na região dos vinhos verdes. Há três anos que o Monverde Wine Hotel (Quinta de Sanguinhedo, Castanheiro Redondo, Telões, Amarante. Tel. 255 143 100) revela a essência de uma região autêntica e ainda pouco explorada. Alicerçado nos vinhos da Quinta da Lixa, de Amarante, este é um espaço que parte do local em que se insere e dos vinhos aqui produzidos, mas vai muito mais longe.

Podia ter sido inspirado num dos seus vinhos emblemáticos. Tal como o Alvarinho Pouco Comum - nascido em 2010 a partir da primeira vinha a ser plantada fora da região de Monção e Melgaço - também este alojamento se reveste de caraterísticas singulares que o tornam único.

Estendido pelos 30 hectares da Quinta de Sanguinhedo, 22 ocupados por vinha, aproveitou as antigas casas agrícolas integrando-as em espaços contemporâneos. Os objetos de uso comum foram transferidos para a decoração, criando uma atmosfera sofisticada e acolhedora. A arquitetura arrojada é marca de nascimento, tal como a decoração de Paulo Lobo inspirada mas cores da vinha, em tons de verde e laranja, que alia o conforto, arrojo - como as banheiras a ocuparem divisão própria no quarto. A paisagem, os ritmos da natureza transcritos nas cores dos quartos - 30 no total, quase todos diferentes entre si - e o legado da quinta que ocupa harmonizam na perfeição.


De olhos postos no futuro
A partir dos quartos e das zonas comuns avista-se a tranquilidade caraterística de uma região ainda pouco explorada no que ao enoturismo diz respeito. Algo que está rapidamente em mudança. Vinhas a perder de vista, uma ampla paisagem que acompanha as estações do ano e a vontade de ir mais longe, descobrir renovados caminhos.

A dinâmica faz parte deste espaço que, desde que abriu tem integrado todas as edições do Guia Boa Cama Boa Mesa e já arrecadou diversos prémios internacionais, nomeadamente Best of Wine Tourism – melhor arquitetura e paisagem em 2016, melhor alojamento em 2017 e melhores práticas sustentáveis em enoturismo em 2018, além do prémio de melhor Wine Experience SPA da Europa, atribuído pelo World Luxury Spa.
Três anos completos e já há mudanças visíveis em pequenos detalhes que fazem toda a diferença. Voltado para as experiências em torno do vinho, é também um espaço amigo das famílias que disponibiliza atividades e babysitting para entreter os mais pequenos. Vão certamente adorar os divertidos buggys que transportam os hóspedes entre edifícios.

Em aberto está agora a possibilidade de em breve recuperar a Casa das Colinas e abrir mais 15 quartos. O projeto de arquitetura, também com assinatura de Fernando Coelho, ainda não está confirmado, mas é uma forte possibilidade que daria resposta à forte procura, para a qual os 30 quartos e suítes (Quarto duplo a partir de €110) começam a ser curtos. Preocupado com o futuro, o hotel produz ainda quase metade da energia dispendida.

Enólogo por um dia

Depois há também a componente vínica pura: Provas, visitas, vindimas, harmonizações… O Monverde promove as mais diversas atividades que permitem uma compreensão alargada da oferta da região, e da Quinta da Lixa em particular, mas não só. Neste particular, a carta de vinhos do Monverde surpreende. Aqui a aposta é mostrar o que de melhor se faz por todo o país, numa abrangência que se adequa à cozinha requintada comandada pelo chefe Carlos Silva.

Despertar os sentidos para sabores bem regados que partem da região fazendo paragens em vários pontos do país. A cozinha eclética do mais recente chefe do Restaurante Monverde tem como principal desafio harmonizar pratos e vinhos da casa, mas também realçar a experiência vínica do hotel. Ideal é deixar-se levar pelo menu de degustação ou pelo menu sugestão do chefe, mas também pode escolher à carta pratos que refletem as tradições gastronómicas da região, muitos deles confecionados com ingredientes oriundos da horta.

O agradável espaço do restaurante, onde coabitam a receção, o bar e várias salas de estar, gravita em torno de outro dos ex-libris do hotel. Porque o vinho é também uma arte, a escultura suspensa mostra 366 peças de madeira, uma por cada dia de trabalho, homenageando quem ao longo dos tempos labutou nesta vinha.

No Spa, os tratamentos baseiam-se nas propriedades da uva e da videira, com destaque para as "Castas Divínicas" - um ritual de corpo antioxidante com três passos: exfoliação, envolvimento e massagem, tudo com diferentes grainhas, uvas e videiras diversas.

Experiências vínicas
Um simples mas inspirador passeio pela extensão de vinha pode fazer maravilhas pela sua estadia, mas há atividades específicas que prometem torná-lo um expert: Entre provas, piqueniques na vinha, visitas, vindimas, na época própria, e harmonizações, pode ainda ser “Enólogo por um dia”. Entre terça e sábado, mediante marcação prévia, durante duas horas e meia é convidado a criar o seu próprio vinho verde a partir das cinco castas disponíveis na quinta – Alvarinho, Arinto, Avesso, Loureiro e Trajadura. O vinho é engarrafado, um rótulo criado e aplicado à garrafa.
Vai fazer um brilharete quando, em casa, o der a provar aos amigos.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!