Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Refúgios de férias longe da confusão de agosto

  • 333

Fugir do litoral é meio caminho andado para dias de descanso. Nas margens dos rios, em piscinas soalheiras e entre a natureza, descubra onde este mês não é sinónimo de casa cheia

Mesmo em pleno agosto, ainda há locais onde se ouve o vento a soprar, a água a cair sorrateiramente entre o xisto, e se sentem os aromas dos pomares ao cair da noite. O pico do verão não é só sinónimo de hotéis cheios. Há, espalhadas pelo interior, unidades hoteleiras onde a calma e a tranquilidade são uma constante, independentemente da época do ano. Aproveite estas sugestões do Boa Cama Boa Mesa e tenha um mês de agosto verdadeiramente descansado.

Bela Vista Silo Housing
A ideia nasceu da necessidade de rentabilizar dois antigos silos agrícolas abandonados. O resultado são quatro habitações (a partir de €85), numa estrutura diferenciada e com vista direta para o campo, onde é possível desfrutar do silencio e acordar com o chilrear dos pássaros. Os pisos superiores têm varanda com vista para o vale da Vilariça, os inferiores têm um pátio privativo. Embora possa ser usado por famílias, trata-se de um espaço claramente indicado para escapadinhas a dois. No verão, a piscina biológica do Bela Vista Silo Housing
é um espaço a não perder. Aproveite para saber mais sobre a vertente de sustentabilidade ambiental assumida por esta unidade hoteleira.
Quinta da Bela Vista, 176, Eucisia. Tel. 279 463 280

Quinta dos Padres Santos
Ao todo, são cinco os quartos na casa da Quinta (a partir de €85) e duas suítes nos moinhos de água, que levaram o nome de Aqua Pura e Aqua Benedicta. Reza a história que no local onde hoje funciona esta unidade existia uma propriedade de um casal que acabaria por se tornar conhecido como os “padres santos”. A oferta atual da Quinta dos Padres Santos passa por aliar a agricultura, graças aos seus três hectares de pomar, ao património etnográfico. Conte com um SPA e uma piscina e com um tratamento familiar, com especial atenção às exigências de cada hóspede.
Lugar dos Cubos, Eira Queimada. Tel. 254 678 171

Traços d’Outrora
Na verdade, este não é um hotel no sentido convencional do termo. Mais do que uma unidade de alojamento, é toda uma aldeia à disposição, ou uma magnífica hipótese de regressar às origens de quem sente o apelo do interior do país. São quatro as casas recuperadas (a partir de: €60) com primor, recorrendo à ancestralidade e aos materiais endógenos, tendo cada uma sido batizada com nomes dos antigos moradores. As impressionantes pedras de granito que desenham os arruamentos do Traços d’Outrora fazem também parte da decoração, tornando-se companhia aconchegante, principalmente quando se ouve o crepitar da lareira.
Lugar de Trebilhadouro, Rôge. Tel. 918 795 674

Casa das Castas

Este é um projeto que fundiu o desejo de produzir vinhos e, ao mesmo tempo, recuperar a antiga casa de família. Casa que acabou por ser adaptada ao enoturismo com um ambiente muito familiar, como se de uma casa de amigos se tratasse. Com apenas oito quartos (a partir de: €75), dentro de uma casa magistralmente recuperada, com uma soalheira piscina, sente-se o tempo a passar devagar, entre conversas, petiscos, provas de vinhos e jogos nos salões de convívio. Cada quarto da Casa das Castas, sinal da relação com o vinho, tem o nome de uma casta nacional. Pode escolher dormir no Touriga, no Arinto, no Mourisco, no Tinto Cão, no Moscatel, no Síria, no Sousão ou no Malvasia.
Rua da Costa, 3, Vermiosa. Tel. 271 366 094

Villa Travancinha
Rua da Borceda, 1, Travancinha. Tel. 934 201 207
Os nove quartos são inspirados em obras intemporais da literatura universal, com a intenção de, aliado ao conforto de cada um, fazerem uma mais rápida passagem para o mundo dos sonhos de quem escolher esta casa, perto da serra da Estrela, como destino de férias ou simplesmente para relaxar. Há referências a obras como O Principezinho, O Velho e o Mar ou a inesquecível Volta ao Mundo em 80 Dias escrita por Júlio Verne. Conte ainda, na Villa Travancinha, com uma sala de estar, perfeita para ter um livro como companhia, ou com um recanto e uma sobra no verdejante jardim junto à retemperadora piscina.
Rua da Borceda, 1, Travancinha. Tel. 934 201 207

Ecofurtado
O nome diz apenas parte do que é este projeto, que visa a sustentabilidade ambiental e social de uma região, por norma, esquecida. Louve-se, por isso, a coragem de abrir portas a uma unidade de que se orgulha e promove o Parque Natural da Serra da Estrela, onde se insere. De uma forma ousada, foram construídos quatro bungalows (a partir de: €95), cada um com dois quartos e varanda virada para a paisagem. Por se tratar de um propriedade agrícola, aqui encontra uma loja, batizada de “mercadinho”, com produtos biológicos locais. A oferta de lazer do Ecofurtado estende-se à piscina exterior e aos passeios dentro e fora da propriedade, além do sempre apetecível SPA, com sauna seca e jacuzzi. A pouca distância pode refrescar-se na praia fluvial de Sandomil.
Rua Principal, Furtado. Tel. 918456426

Refúgios do Pinhal
A ribeira Grande passa lenta, mesmo ao lado desta recente unidade hoteleira, que aproveitou uma antiga casa e o respetivo moinho para fazer cereal. A antiga mó, ainda a trabalhar, faz companhia quando o dia começa e na primeira refeição, e os campos verdejantes escondem recantos perfeitos para passeios a dois. Tem 10 quartos com uma decoração moderna mas funcional, que contrastam com a dureza do xisto que reveste as paredes exteriores. Para maior proximidade com a Natureza, cada quarto do Refúgios do Pinhal foi buscar o nome de uma das plantas que nascem pelos verdejantes campos da propriedade.
Tojeira de Baixo, Oleiros. Tel. 924 330 620

Convento de São Paulo Hotel Museu
Mesmo para quem regressa, existem sempre exposições temporárias para tornar cada visita única. Este é um hotel diferente. Primeiro, porque está escondido na serra d’Ossa, depois, porque é museu-vivo instalado num convento secular, e em terceiro, porque também soube criar condições para promover o contacto com a Natureza, destacando-se os trilhos identificados nos 600 hectares da propriedade. Encante-se com o conjunto azulejar dos séculos XVII e XVIII. Descanse nos quartos e suítes, do Convento de São Paulo Hotel Museu, 17 dos quais em antigas celas de monges (a partir de: €75).
Aldeia da Serra d’Ossa, Aldeia da Serra d’Ossa. Tel. 266 989 160

Texto publicado no Expresso Diário de 2/08/2017

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!