Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Casa de Alpajares: A sensação de acordar numa nuvem...

  • 333

Numa região onde a pedra é rainha e onde há uma predominância de edifícios de estilo Manuelino, a Casa de Alpajares - Casa de Campo, Enoteca & SPA destaca-se pela sua identidade moderna.

A vista para o rio Douro é claramente o seu maior chamariz. Quer seja a sensação de acordar numa nuvem (ou, por outras palavras ver apenas uma neblina que cobre todo o vale e tapa a vista do rio) ou estar na piscina (infinity) e ver apenas as escarpas rochosas à frente.

Numa região onde a pedra é rainha e onde há uma predominância de edifícios de estilo Manuelino, a Casa de Alpajares - Casa de Campo, Enoteca & SPA (Lugar do Cabeço da Forca, Freixo de Espada à Cinta. Tel. 962 727 101) destaca-se por ser totalmente diferente. Turismo rural (ou no interior do país) igual a casa antiga restaurada. Certo? Nem sempre, e este é um bom exemplo. Uma casa moderna (concebida assim de raiz) com uma decoração contemporânea, especialmente pensada para escapadinhas a dois.

Os quatro quartos aconchegantes e espaçosos, são diferentes, entre si, ainda que seja comum o cuidado em privilegiar a intimidade dos hóspedes. Atenção que culmina numa suíte, onde predominam os brancos e os vermelhos, e a banheira para dois domina o espaço. Um quarto claramente desenhado a pensar no romance.

À intimidade e descanso assegurados pelos quartos junta-se a sala. Espaço de convívio por excelência e onde, de inverno, sabe bem ler um livro à lareira e beber um copo de vinho. Sim, porque esta é outra vertente da Casa de Alpajares. O mundo dos vinhos nunca foi estranho para Marco Moreira, o proprietário. Foi, por isso, natural ter criado uma interligação entre uma unidade de alojamento que (também) aposta no enoturismo. Provas de vinho, jantar vínicos, passeio pelas vinhas... tudo é possível. Basta falar com o especialista. O Marco, é claro.

Pelo meio, e caso o tempo assim o permita (principalmente no verão), use e abuse da piscina. Com vista direta (e panorâmica) para as margens do rio Douro e para as vinhas, eleva-se o prazer de aproveitar o sol, a água refrescante e… mais um ou dois vinhos.

Uma outra nota, importante. Para quem não dispensa viajar com o seu animal de estimação há uma boa notícia. Esta é uma unidade amiga dos animais. Aliás, a Casa de Alpajares tem três habitantes a quem é impossível resistir: três “meninas” de quatro patas que normalmente estão no seu próprio espaço. Pelo menos até perceberem que são bem-vindas. Depois disso... é só mimos.

É certo que é um longo caminho até Freixo de Espada à Cinta. Mas vale a pena o “sacrifício”. Pela natureza envolvente. Pela história (e lendas) desta vila (Freixo é considerada a capital do Manuelino) e, garantidamente, pela Casa de Alpajares, um refúgio onde é possível descansar e namorar.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!