Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Belmond Reid’s Palace: os 125 anos de um clássico sempre na moda

  • 333

Há várias maneiras de descrever este hotel. Distinto, elegante, luxuoso e único são apenas algumas delas. Mais do que um símbolo da Madeira, é uma referência da hotelaria internacional

A palavra que se impõe é: parabéns. No passado dia 1 de novembro eram 125 as velas em cima do bolo, mas a festa de aniversário do Belmond Reid’s Palace na cidade do Funchal, na Ilha da Madeira, vai durar um ano inteiro. 365 dias de celebração do mais antigo hotel do arquipélago que, apesar de mais de um século de portas abertas, se mantém elegante, requintado, luxuoso e uma referência, insiste-se, na hotelaria nacional e internacional.

A história do Belmond Reid’s Palace (Estrada Monumental, 139, Funchal. Tel. 291 717 171) conta-se através das ilustres figuras que passaram pelo luxuoso hotel, pelas figuras dominantes das artes, da política ou da literatura que atravessaram os corredores e pelas inúmeras referências da alta sociedade mundial que se vestiram a rigor para o chá das cinco no terraço do hotel. Mas tudo começa com um sonho, o de William Reid, nascido em 1822, um dos 12 filhos de um fazendeiro de Kimarnock na Escócia. Aos 14 anos e com uma saúde muito frágil, segue o conselho do médico de família e mudou-se para um local de clima mais quente, apenas com cinco libras no bolso a bordo de um navio em direção ao Funchal. Começa por trabalhar numa padaria e aos 25 anos já tinha entrado no mercado de vinhos, tornando-se num importador e exportador de sucesso.

Percebendo que a Ilha da Madeira já era uma alternativa popular ao clima húmido do norte da Europa, e que os visitantes ficavam na cidade por três, seis meses, ou mais de um ano em grandes casas alugadas, inicia-se no negócio de aluguer de quintas mas já com o sonho de abrir um hotel elegante para ricos. Compra um terreno na ponta de um penhasco rochoso, conhecido como Salto do Cavalo, e em 1887 inicia a construção do edifício que se viria a tornar no Belmond Reid’s Palace do Funchal.

O requinte do chá das cinco

Faz parte da tradição o chá da tarde oferecido no Terraço do Chá, com uma vista privilegiada da baia do Funchal. Recebe 90 pessoas por dia, e é composto por “finger sanduiches”, elegantemente distribuídas numa bandeja com três andares que antecedem os scones com doce ou creme e a deslumbrante mini pastelaria. Há 12 chás à escolha e igual número de infusões. Tem um custo de €34,50 por pessoa e faz com que dizer “tomei chá no Reid’s” seja o partilhar de uma experiência única na vida de qualquer pessoa.

A nova estrela do Funchal

No imponente salão do Belmond Reid’s Palace nasceu recentemente o restaurante William, liderado pelo Chefe Executivo Luís Pestana e supervisionado por Joachim Koerper, que presta homenagem a William Reid, o fundador do Reid's Palace. Premiado em 2017 com uma estrela Michelin, utiliza os melhores ingredientes sazonais da Madeira, confecionada sob influenciada da culinária moderna internacional e sabores inovadores. No menu de degustação com o nome de William Menu, com um custo de €110 com vinhos, encontra “Vieira com Aspic de porco fumado e “beurre blac” de laranja”, “Caldo verde com Carabineiro”, Espada salteada, puré de batata violeta, polvo, lulas e emulsão”. “Leitão confitado com soja, yuzu e rábano”, “Queijos nacionais e estrangeiros” e ainda uma “Mousse de morango, cremoso de chocolate branco e ervilhas”. Estão ainda disponíveis, além de vários pratos da carta, o “Lobster Menu” (€162,50) e o “Signature Menu” (€134).

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!